domingo, 25 de março de 2018

Hematoma epidural

Um hematoma epidural é um sangramento que ocorre entre o interior do crânio e a cobertura externa do cérebro.

Causas de hematoma epidural

Um hematoma epidural é muitas vezes causado por uma fratura no crânio durante a infância ou adolescência. Este tipo de sangramento é mais comum em pessoas jovens porque a membrana que cobre o cérebro não está tão firmemente ligada ao crânio como no caso de pessoas mais velhas.
Um hematoma extradural ocorre quando existe uma ruptura de um vaso sanguíneo, normalmente uma artéria. O vaso sanguíneo, em seguida, sangra para dentro do espaço entre o "dura-máter" e o crânio.
Os vasos afetados são muitas vezes dilacerados por fraturas no crânio. As fraturas são mais frequentemente resultado de uma lesão grave na cabeça, como aquelas causadas por acidentes de motocicleta ou de automóvel. Os hematomas epidurais podem ser causados por hemorragia a partir de uma veia (sangramento venoso) em crianças jovens.
Um sangramento rápido provoca uma acumulação de sangue (hematoma) que pressiona sobre o cérebro. A pressão no interior da cabeça (pressão intracraniana) aumenta rapidamente. Esta pressão pode resultar em lesão cerebral adicional.
Uma hemorragia extradural é uma emergência médica, já que pode levar a danos cerebrais permanentes e morte, se não se promover tratamento adequado. Esta condição pode piorar muito rapidamente, progredindo de sonolência ao coma e à morte do paciente dentro de minutos a horas.

Sintomas de hematoma epidural

Entre em contato com um profissional de saúde quando verificar qualquer lesão na cabeça que resulta numa perda de consciência (mesmo que seja breve) ou se existirem outros sintomas após um ferimento na cabeça (mesmo sem perda de consciência).
O padrão típico de sintomas que indicam um hematoma epidural é uma perda de consciência, seguida de estado de alerta, e em seguida, nova perda de consciência. Mas esse padrão pode não aparecer em todas as pessoas.
Os sintomas mais importantes de um hematoma epidural incluem:
  • Confusão
  • Tontura
  • Sonolência ou alteração do nível de alerta
  • Pupila ampliada de um olho
  • Dor de cabeça (grave)
  • Lesão na cabeça ou trauma seguidos de perda de consciência, um período de estado de alerta, e em seguida, uma rápida deterioração de volta à inconsciência
  • Náuseas ou vômitos
  • Fraqueza na parte do corpo, geralmente no lado oposto do lado da pupila alargada
Geralmente, os sintomas ocorrem dentro de minutos a horas após um ferimento na cabeça e indicam uma situação de emergência.
Por vezes, o sangramento não começa durante horas após um ferimento na cabeça. Os sintomas de pressão sobre o cérebro também podem não ocorrem imediatamente.

Tratamento de hematoma epidural

Um hematoma epidural é uma condição de emergência. Os objetivos do tratamento incluem:
  • Tomar medidas para salvar a vida da pessoa
  • Controlar os sintomas
  • Minimizar ou prevenir danos permanentes no cérebro
Podem ser necessárias medidas de suporte de vida. A cirurgia de emergência é quase sempre necessária para reduzir a pressão dentro do cérebro. Esta pode incluir a perfuração de um pequeno orifício no crânio para aliviar a pressão e permitir que o sangue escorra do cérebro.
Os hematomas de grandes ou sólidos coágulos de sangue podem necessitar de ser removidos através de uma abertura maior no crânio (craniotomia).
Os medicamentos utilizados para além da cirurgia irão variar de acordo com o tipo e gravidade dos sintomas e danos cerebrais que ocorrem.

Medicamentos anti-convulsivos (tais como a fenitoína) podem ser utilizados para controlar ou prevenir as convulsões. Alguns medicamentos chamados "agentes hiperosmóticos" (como manitol, glicerol e solução salina hipertónica) podem ser usados para reduzir o inchaço do cérebro.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL