quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Síndrome de Eisenmenger

A síndrome de Eisenmenger é uma condição que afeta o fluxo de sangue do coração para os pulmões em algumas pessoas que nasceram com problemas estruturais do coração.


Causas de síndrome de Eisenmenger

A síndrome de Eisenmenger é uma condição que resulta de circulação sanguínea anormal causada por um defeito no coração. Na maioria das vezes, as pessoas com esta condição nascem com um buraco entre as duas câmaras de bombeamento do coração. O buraco permite que o sangue que já pegou o oxigênio dos pulmões possa fluir de volta para os pulmões, em vez de sair para o resto do corpo.
Outros defeitos cardíacos que podem levar à síndrome de Eisenmenger incluem:
  • Defeito do canal atrioventricular
  • Comunicação interatrial
  • Cardiopatia cianótica
  • Persistência do canal arterial
  • Tronco arterial
Durante muitos anos, o aumento do fluxo de sangue pode danificar os pequenos vasos sanguíneos dos pulmões. Isto faz com que ocorra pressão arterial elevada nos pulmões. Como resultado, o fluxo de sangue passa para trás através do orifício entre as duas câmaras de bombagem. Isto permite que o sangue pobre em oxigénio possa viajar para o resto do corpo.
A síndrome de Eisenmenger pode começar a desenvolver antes que a criança atinge a puberdade. No entanto, ela também se pode desenvolver na idade adulta jovem, podendo progredir ao longo da vida adulta.

Sintomas de síndrome de Eisenmenger

Os sintomas associados à síndrome incluem:
  • Lábios, dedos, dedos do pé e pele azulados (cianose)
  • Unhas arredondadas
  • Dormência e formigamento dos dedos das mãos e pés
  • Dor no peito
  • Tossir sangue
  • Tontura
  • Desmaio
  • Sentir-se cansado
  • Falta de ar
  • Batimentos cardíacos (palpitações)
  • Acidente vascular encefálico
  • Inchaço nas articulações causado pelo excesso de ácido úrico (gota)

Tratamento de síndrome de Eisenmenger

Por vezes, as pessoas com sintomas podem ter sangue removido a partir do corpo (flebotomia) para reduzir o número de células vermelhas do sangue. A pessoa, então, recebe fluidos para substituir o sangue perdido (reposição de volume).
As pessoas afetadas podem receber oxigênio, embora não esteja claro se isso pode ajudar a evitar que a doença se agrave. Além disso, medicamentos que funcionam para relaxar e abrir os vasos sanguíneos podem ser administrados. Pessoas com sintomas muito graves podem, eventualmente, precisar de um transplante de coração-pulmão.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL