terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Anomalia de Ebstein

Anomalia de Ebstein é uma cardiopatia rara em que partes da válvula tricúspide são anormais. A válvula tricúspide separa a câmara inferior direita do coração (ventrículo direito) da câmara do coração superior direito (átrio direito). Na anomalia de Ebstein, o posicionamento da valva tricúspide e o modo como ela funciona para separar as duas câmaras é anormal.
A condição é congênita, o que significa que está presente no nascimento.


Causas de anomalia de Ebstein

A válvula tricúspide é normalmente constituida por de três partes, chamadas folhetos ou abas. Os folhetos abrem para permitir que o sangue se possa mover a partir do átrio direito (câmara superior) para o ventrículo direito (câmara inferior), enquanto o coração relaxa. Elas fecham para impedir que o sangue se mova do ventrículo direito para o átrio direito, enquanto o coração bombeia.
Em pessoas com anomalia de Ebstein, os folhetos são colocados profundamente no ventrículo direito em vez da posição normal. Os folhetos são muitas vezes maiores do que o normal. Na maioria das vezes, o defeito faz com que a válvula trabalhe mal e o sangue pode seguir o caminho errado. Em vez de fluir para os pulmões, o sangue flui de volta para o átrio direito. A cópia de segurança do fluxo de sangue pode levar a aumento do coração e acúmulo de fluidos no corpo, podendo haver estreitamento da válvula pulmonar.
Em muitos casos, os pacientes também têm um buraco na parede que separa duas câmaras superiores do coração, e o fluxo sanguíneo através deste buraco pode motivar sangue pobre em oxigênio que alimenta o corpo. Isto pode causar cianose, uma tonalidade azul na pele causada por sangue pobre em oxigénio.
Anomalia de Ebstein ocorre quando o bebê se desenvolve no útero. A causa exata é desconhecida. O uso de certos fármacos (tais como lítio ou benzodiazepinas) durante a gravidez pode desempenhar um papel imortante. A condição é rara, sendo mais comum em pessoas brancas.


Sintomas de anomalia de Ebstein

Os sintomas variam de leves a muito graves. Os sintomas desenvolvem-se logo após o nascimento, e incluem lábios e unhas azulados devido a baixos níveis de oxigênio no sangue. Em casos graves, o bebê parece muito doente e tem dificuldade para respirar. Nos casos leves, a pessoa afetada pode ser assintomática por muitos anos.
Os sintomas em crianças mais velhas podem incluir:
  • Tosse
  • Incapacidade de crescer
  • Fadiga
  • Respiração rápida
  • Falta de ar
  • Batimento cardíaco muito rápido

Tratamento de anomalia de Ebstein

O tratamento depende da severidade do defeito e dos sintomas específicos. Os cuidados médicos podem incluir:
  • Medicamentos para ajudar com a insuficiência cardíaca, como diuréticos.
  • Oxigênio e outros apoios para a respiração.
  • Cirurgia para corrigir a válvula.
  • A substituição da válvula tricúspide. Isto pode ser necessário para as crianças em que a condição continua a agravar-se ou que tenham complicações mais graves.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL