quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Polineuropatia inflamatória crônica

Polineuropatia inflamatória crônica envolve inchaço do nervo e irritação (inflamação) que leva a uma perda de força ou sensação.


Causas de polineuropatia inflamatória crônica

Polineuropatia inflamatória crônica é uma causa de danos nos nervos fora do cérebro ou da medula espinhal (neuropatia periférica). Polineuropatia significa que vários nervos estão envolvidos e geralmente afeta ambos os lados do corpo da mesma forma.
Polineuropatia desmielizante inflamatória crônica é a neuropatia crônica mais comum causada por uma resposta imune anormal. Esta ocorre quando o sistema imunitário ataca a cobertura de mielina dos nervos.
A causa da polineuropatia inflamatória crônica é uma resposta imune anormal. Os disparadores específicos variam, e em muitos casos a causa não pode ser identificada.
Associada a esta condição podem ocorrer outras condições, tais como:
  • Doenças auto-imunes
  • Hepatite crônica
  • Diabetes
  • HIV
  • Doença inflamatória intestinal
  • Lúpus eritematoso sistémico
  • Linfoma
  • Síndrome paraneoplásica
  • Tireotoxicose
  • Os efeitos colaterais dos medicamentos para tratar o câncer ou HIV


Tratamento de polineuropatia inflamatória crônica

O objetivo do tratamento é reverter o ataque sobre os nervos. Nalguns casos, os nervos podem curar e a sua função pode ser restaurada. Noutros casos, os nervos ficam muito danificados e não podem curar, pelo que, o tratamento visa prevenir que a doença se agrave.
O tratamento a implementar dependerá da gravidade dos sintomas, entre outras coisas. O tratamento mais agressivo, normalmente só é administrado se existir dificuldade para andar ou quando os sintomas interferem com a capacidade do paciente para cuidar de si mesmo ou executar funções de trabalho.
Os tratamentos podem incluir:
  • Corticosteróides para ajudar a reduzir a inflamação e aliviar os sintomas
  • Outros medicamentos que suprimem o sistema imunitário (para alguns casos graves)
  • Plasmaferese ou troca de plasma para remover os anticorpos a partir do sangue
  • Imunoglobulina intravenosa (IVIg) que envolve a adição de grandes quantidades de anticorpos ao plasma do sangue, de modo a reduzir o efeito dos anticorpos que são a causa do problema

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL