terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Curvatura peniana

Curvatura do pênis é uma curvatura anormal no pénis que ocorre durante a ereção, sendo também chamada de doença de Peyronie.

Causas de curvatura peniana

Na doença de Peyronie, o tecido cicatricial fibroso desenvolve-se nos tecidos profundos do pênis. A causa deste tecido fibroso, muitas vezes não é conhecida, mas pode ocorrer espontaneamente.
Uma fratura do pênis (lesão durante a relação sexual) pode levar a esta condição. Os homens estão em maior risco de desenvolver a curvatura no pênis após uma cirurgia ou tratamento com radiação para câncer de próstata.
A doença de Peyronie é incomum mas afeta homens com idades entre os 40 e os 60 anos ou homens mais velhos.
Curvatura peniana pode ocorrer juntamente com contratura de Dupuytren. Esta é uma doença bastante comum em homens brancos com mais de 50 anos de idade. No entanto, apenas um número muito pequeno de pessoas com contratura de Dupuytren desenvolve curvatura do pênis.
Outros fatores de risco não foram encontrados. No entanto, as pessoas com esta condição têm um determinado tipo de marcador de células imunitárias, o que indica que esta pode ser uma condição herdada.
Os recém-nascidos podem ter uma curvatura do pênis. Isto pode fazer parte de uma anormalidade chamada hipospadia, que é diferente da doença de Peyronie.


Sintomas de curvatura peniana

Você ou o seu médico podem notar um endurecimento anormal do tecido abaixo da pele, numa área ao longo do eixo do pênis.
Durante a ereção pode existir:
  • Uma curvatura no pênis, que na maioria das vezes começa na área onde você pode sentir o tecido da cicatriz ou endurecimento
  • Amolecimento da parte do pênis para além da área de tecido cicatricial
  • O estreitamento do pênis
  • Dor
  • Problemas com a penetração ou dor durante a relação sexual
  • Encurtamento do pênis

Tratamento de curvatura peniana

Inicialmente, você pode não precisar de tratamento. Alguns ou todos os sintomas podem melhorar com o tempo ou podem não piorar.
Os tratamentos podem incluir:
  • Injecções de corticóide na banda de tecido fibroso
  • Potaba (um medicamento tomado por via oral)
  • Terapia de radiação
  • Litotripsia
  • Injecção de Verapamil (um medicamento usado para tratar a pressão arterial elevada)
  • Vitamina E
No entanto, muitas vezes, estes tratamentos não ajudam muito, e também podem provocar mais formação de cicatrizes.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL