terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Craniossinostose

Craniossinostose é um defeito de nascimento em que uma ou mais das suturas na cabeça de um bebé se fecha mais cedo do que o normal.
O crânio de uma criança é composto de placas ósseas que permitem o crescimento do crânio. As fronteiras em que estas placas se cruzam são chamadas de suturas ou linhas de sutura. Normalmente, as suturas entre estas placas ósseas fecham por volta dos 2 ou 3 anos de idade.
O fechamento precoce de uma sutura faz com que o bebê tenha uma cabeça anormalmente moldada, podendo limitar o crescimento do cérebro.


Causas de craniossinostose

A causa da craniossinostose é desconhecida. Os genes podem desempenhar um papel importante, mas normalmente não existe uma história familiar da doença.
Um tipo de condição que é transmitida através das famílias (herdada) pode ocorrer com outros problemas de saúde, como convulsões, diminuição da inteligência e cegueira. 
No entanto, a maioria das crianças com craniossinostose são saudáveis e têm inteligência normal.

Sintomas de craniossinostose

Os sintomas associados à condição dependem do tipo de craniosinostose. Estes podem incluir:
  • Ausência de fontanela no crânio do recém-nascido
  • Um cume duro e levantado ao longo das suturas afetadas
  • Forma incomum da cabeça
  • Lento ou nenhum aumento no tamanho da cabeça ao longo do tempo, quando o bebê cresce
Existem diversos tipos de craniossinostose:
  • Sinostose sagital (escafocefalias) é o tipo mais comum. Este afeta a principal sutura no topo da cabeça. O fechamento precoce força a cabeça a crescer em comprimento e a estreitar, em vez de alargar. Bebês com este tipo de condição tendem a ter uma testa larga. Esta é mais comum em meninos do que em meninas.
  • Plagiocefalia frontal é o próximo tipo mais comum. Esta afeta a sutura que vai desde orelha a orelha, na parte superior da cabeça, sendo mais comum em meninas.
  • Sinostose metópica, que é uma forma rara que afeta a sutura perto da testa. A forma da cabeça da criança pode ser descrita como trigonocefalia. A condição pode variar de leve a grave.

Tratamento de craniossinostose

Uma cirurgia será implementada equanto o bebê ainda é uma criança. Os objetivos da cirurgia são:
  • Aliviar qualquer pressão sobre o cérebro
  • Certificar que existe espaço suficiente no crânio para permitir que o cérebro possa crescer adequadamente
  • Melhorar a aparência da cabeça da criança

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL