quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Bronquiectasia

Bronquiectasia é uma doença em que as grandes vias aéreas nos pulmões se encontram danificadas. Como resultado dos danos, as vias aéreas ficam mais amplas.
Se a condição estiver presente no nascimento, ela é chamada bronquiectasia congênita.
Se ela se desenvolver mais tarde ao longo da vida, ela é chamada bronquiectasia adquirida.


Causas de bronquiectasia

Bronquiectasia é frequentemente causada por inflamação ou infecção das vias aéreas que continuam a recorrer ao longo do tempo, e que por vezes começa na infância, depois de uma infecção pulmonar grave ou inalação de um corpo estranho.
A fibrose cística faz com que ocorram cerca de um terço de todos os casos de bronquiectasias. Certas doenças genéticas também pode causar bronquiectasias. Estas condições incluem discinesia ciliar e síndromes primárias de imunodeficiência.
A condição também pode ocorrer quando as pessoas respiram partículas de alimentos muitas vezes, enquanto comem.


Sintomas de bronquiectasia

Os sintomas da condição desenvolvem-se ao longo do tempo e podem ocorrer meses ou anos após o evento que causa a bronquiectasia.
Os sintomas podem incluir:
  • Cor azulada da pele
  • Mau hálito
  • Tosse crônica com grandes quantidades de escarro com mau cheiro
  • Tosse com sangue
  • Tosse que piora quando deitado de lado
  • Fadiga
  • Palidez
  • Falta de ar que piora com o exercício
  • Perda de peso
  • Pieira


Tratamento de bronquiectasia

O tratamento visa controlar infecções e escarro, aliviando a obstrução das vias aéreas e prevenindo possíveis complicações.
Drenagem diária para remover a expectoração faz parte do tratamento. Um terapeuta respiratório pode mostrar os exercícios que irão ajudar.
Muitas vezes, certos medicamentos são prescritos. Estes incluem antibióticos, broncodilatadores e expectorantes.


Uma cirurgia para remover (ressecar) o pulmão pode ser necessária se os medicamentos não funcionarem e a doença afetar uma área pequena, ou se o paciente tiver uma grande quantidade de hemorragia nos pulmões.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL