sábado, 16 de setembro de 2017

Rinorreia

O termo "rinorreia" foi derivado de uma combinação de palavras gregas 'rhinos' referentes ao nariz, e "rrhea' que significa fluxo ou descarga. Assim, pode-se definir rinorreia como uma descarga de fluidos nasais. Mais comumente, a rinorreia é um sintoma de febre dos fenos e resfriado comum, mas também pode ser sintoma de retirada de drogas. Basicamente, a rinorreia é causada pela inflamação dos tecidos e vasos na passagem nasal. Devido a isso, também é referida como corrimento nasal ou rinite.

Tipos de Rinorreia

Rinorreia pode ser classificada em função da natureza da condição e das causas desta. Rinite causada por uma alergia é conhecida como rinite alérgica e as causadas por qualquer outra razão são referidas como rinite não-alérgica. Rinorreia gustativa é um tipo de rinorreia que ocorre depois de comer. A rinorreia purulenta é causada pelos efeitos colaterais dos antibióticos.
No entanto, quando o fluxo nasal é associado com a descarga de fluido cefalorraquidiano, o que realmente acontece em caso de fratura da base do crânio, pode ser referido como "rinorreia líquido cefalorraquidiano".

Sintomas  de rinorreia

Apesar de rinorreia em si ser um sintoma de doenças infecciosas, alergias, irritação, ou qualquer tipo de inflamação nasal, esta pode ocorrer com alguns sintomas para além de coriza. Além da descarga de mucosa do nariz que pode ser clara, amarelada, esverdeada ou mesmo acastanhada, por natureza, a pessoa também pode apresentar outros sinais.
Algumas das outras formas pelas quais coriza pode ser assinalada incluem congestão nasal causada por sinusite, espirros, dor de cabeça, tonturas, perda de consciência ou uma mente confusa, calafrios, dor no ouvido e no rosto, cansaço, sangramento pelo nariz, problemas respiratórios e até mesmo diarreia. Também podem ocorrer tosse, eritema e mal-estar.
No entanto, se coriza nasal for realmente sublinhada por complicações traumáticas graves, pode apresentar sintomas graves, como desmaios, sangramento irrestrito e vômitos frequentes. A rinorreia pode realmente ser desencadeada por uma lesão na cabeça ou por um dano na coluna, que afete o sistema nervoso.


Tratamento de rinorreia

O tratamento da rinorreia depende da causa subjacente que a motiva. Normalmente, ela não requer qualquer tipo de tratamento, já que pára por si só, mas pode ter de ser tratada seriamente, no caso de ser desencadeada por complicações neurológicas e físicas graves.

Tratamento médico para rinorreia

Clinicamente, a rinorreia pode ser tratada com a ajuda de anti-histamínicos como o Claritin, Zyrtec, Tylenol Fria, Tavist e Benadril. Descongestionantes tópicos tais como oximetazolina e pseudoefedrina também têm efeitos semelhantes. Estes ajudam a parar qualquer descarga ou a restringir o seu transbordamento para uma extensão considerável. Em conjunto com os anti-histamínicos e descongestionantes, simpaticomiméticos também podem ajudar a lidar com a rinorreia. O uso de sprays nasais, tais como vasoconstritores também pode ser eficaz no tratamento da rinorreia durante um período limitado, mas o seu uso excessivo pode agravar a rinorreia e também pode conduzir a rinite medicamentosa. Tais sprays ajudam na luta contra a rinorreia, causada por alergias. Todos estes medicamentos estão disponíveis sem receita médica, mas é aconselhável usá-los sob a supervisão de um médico. Apenas o médico pode prever um tratamento eficaz para rinorreia.
Uma irrigação nasal, que envolve a limpeza e lavagem do nariz com água salina também se pode tornar útil. A rinorreia pode ser aliviada aumentando o volume da ingestão de fluidos e aumentando a humidade no ar. Isto pode ser feito pela ingestáo de muitos sucos de frutas ou água e uso de um humidificador de névoa quente ou fria.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL