terça-feira, 19 de setembro de 2017

Hipoxia

Hipoxia é uma condição em que os tecidos não são adequadamente oxigenados, geralmente devido a uma insuficiente concentração de oxigênio no sangue.
A privação de oxigênio pode ter efeitos adversos graves em várias células do corpo que necessitam de realizar processos biológicos importantes.

Sintomas de hipoxia

Alguns dos mecanismos compensatórios adotados pelo corpo incluem um aumento da frequência cardíaca, contratilidade miocárdica e débito cardíaco.
Como o coração aumenta a frequência cardíaca para aumentar a circulação de sangue oxigenado, pode haver uma diminuição na quantidade de sangue fornecido para os tecidos periféricos, o que leva a uma coloração azulada ou cianose nestas áreas.
Este processo permite conservar o sangue oxigenado para os órgãos mais vitais, tais como o cérebro e o coração.

Tratamento para hipoxia

O tratamento depende da causa da hipoxia e pode incluir, por exemplo, correção de envenenamento por cianeto, metemoglobinizante, anemia ou alta hipoxia induzida pela altitude.
No caso de doença de altitude, a aclimatização pode ajudar a restaurar a pressão parcial de oxigênio até um certo ponto, mas não é suficiente para restaurá-la totalmente.
Hiperventilação ou respiração rápida permitem mais oxigênio para os pulmões, mas também não se torna suficiente para normalizar a situação.
Um dos mais importantes métodos de tratamento de hipoxia é administrar oxigênio. Isto aumenta a concentração de oxigênio inalado, aumentando a pressão parcial de oxigênio no sangue e corrigindo a hipoxia. Além disso, em condições de elevada altitude, o enriquecimento de oxigênio neutraliza os efeitos da baixa pressão de ar e da pressão parcial de oxigênio no sangue da artéria, restaurando uma condição normal.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL