domingo, 10 de setembro de 2017

Escleroterapia

Escleroterapia trata efetivamente as varizes e vasinhos, sendo muitas vezes considerado o tratamento de escolha para pequenas veias varicosas.
Escleroterapia envolve a injecção de uma solução diretamente na veia. A solução da escleroterapia faz com que a veia cicatrize, forçando o sangue a redirecionar-se através das veias saudáveis. A veia colapsada é reabsorvida no tecido local e eventualmente desaparece.
Após a escleroterapia, veias tratadas tendem a desaparecer dentro de algumas semanas, embora, ocasionalmente, possa demorar um mês ou mais para se visualizar os resultados completos. Nalguns casos, podem ser necessários vários tratamentos de escleroterapia.

Para que se usa a escleroterapia

Muitas vezes, a escleroterapia é implementada para fins cosméticos, para melhorar a aparência de varizes e vasinhos
O procedimento também pode melhorar os sintomas relacionados, tais como:
  • Dor
  • Inchaço
  • Queimação
  • Cãibras noturnas
Se você estiver grávida ou a amamentar, os médicos recomendam esperar para poder recorrer à escleroterapia.

Como preparar a escleroterapia

Antes do procedimento, o médico realizará um exame físico e irá reunir o seu histórico médico.
O seu médico irá:
  • Avaliar as veias envolvidas
  • Verificar se existe qualquer doença dos vasos sanguíneos subjacentes
Em termos de histórico médico, o seu médico vai formular perguntas sobre:
  • Doenças recentes ou condições médicas existentes, como uma doença cardíaca ou um passado histórico de coágulos sanguíneos
  • Medicamentos ou suplementos que você toma, especialmente aspirina, medicamentos anti-inflamatórios não-esteróides (AINEs), diluentes de sangue ou suplementos à base de plantas
  • Alergias
  • Tratamento anterior para as veias varicosas e resultados do tratamento
Se você tomar aspirina, anti-inflamatórios ou diluentes de sangue, o médico poderá instruí-lo sobre a forma de parar de tomar a medicação durante um determinado período de tempo antes do procedimento, para reduzir as chances de hemorragia.

Dependendo de quais as veias que se encontram envolvidas, o médico pode solicitar uma ultra-sonografia das veias nas pernas. O ultrassom é um procedimento indolor que usa ondas sonoras para produzir imagens de estruturas dentro do corpo.
Durante 24 horas antes do procedimento, você deve evitar depilar ou aplicar qualquer loção nas pernas. Use roupas soltas e confortáveis. Você pode até considerar usar uns calções para que as suas pernas fiquem expostas.


Como se implementa a escleroterapia

Normalmente, a escleroterapia é feita no consultório do seu médico e não requer anestesia e, geralmente leva menos de uma hora para ser concluída.
Para realização do procedimento, você deita-se de costas com as pernas ligeiramente elevadas. Após a limpeza da área a ser tratada com álcool, o médico irá usar uma agulha fina para inserir lentamente uma solução na veia apropriada.
Geralmente, a solução, na forma líquida, trabalha por irritação da mucosa da veia, fazendo com que inche, fechando-se e bloqueando o fluxo de sangue. Algumas soluções contêm um anestésico local chamado lidocaína.
Eventualmente, a veia forma tecido cicatricial e desaparece. Por vezes, pode ser utilizada uma versão de espuma da solução, em particular quando uma veia maior está envolvida. A espuma tende a cobrir mais área de superfície do que o líquido.
Algumas pessoas experimentam menor ardor ou cólicas quando a agulha é inserida na veia. Se você sentir muita dor, informe o seu médico. A dor pode ocorrer se a solução vazar a partir da veia para o tecido circundante.
Uma vez que a agulha é retirada, o seu médico aplica compressão e massagem na área para retirar o sangue para fora do vaso injetado, para dispersar a solução. Uma almofada de compressão pode ser colocada no local da injecção para manter a área comprimida enquanto o seu médico se move para a próxima veia.
O número de injecções depende do número e tamanho das veias a serem tratadas.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL