segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Síndrome de Horner

Síndrome de Horner é uma condição rara que afeta os nervos dos olhos e face.


Causas de síndrome de Horner

A síndrome de Horner pode ser causada por qualquer interrupção num conjunto de fibras nervosas que começam na parte do cérebro chamada hipotálamo e que viajam para o rosto e para os olhos.
As lesões de fibras nervosas simpáticas podem resultar de:
  • Lesão de uma das artérias principais para o cérebro (artéria carótida)
  • Lesão de nervos na base do pescoço chamados plexo braquial
  • Enxaqueca ou dores de cabeça
  • Acidente vascular cerebral, tumor, ou outros danos a uma parte do cérebro chamada de tronco cerebral
  • Tumor no topo do pulmão
  • Injecções ou cirurgia feita para interromper as fibras nervosas e aliviar a dor (simpatectomia)
Em casos raros, a síndrome de Horner está presente ao nascimento (congênita). A condição pode ocorrer com uma falta de cor (pigmento) da íris (parte colorida do olho).


Sintomas de síndrome de Horner

Os sintomas desta síndrome podem incluir:
  • Diminuição da sudorese no lado afetado da face
  • Queda da pálpebra (ptose)
  • Naufrágio do globo ocular para o rosto
  • Pequena (constrição) pupila (a parte preta no centro do olho)
Também podem existir sintomas do distúrbio que está a causar o problema.

Tratamento para síndrome de Horner

O tratamento depende da causa do problema, mas não existe tratamento para a síndrome de Horner em si.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL