terça-feira, 29 de agosto de 2017

Sensibilidade à luz

Sensibilidade à luz correponde a um desconforto ocular associado a condições de luz brilhante.
A sensibilidade á luz é comum. Para muitas pessoas, o problema não é devido a qualquer doença. Uma grave sensibilidade à luz pode ocorrer associada com problemas oculares e pode causar muita dor no olho, mesmo com pouca luz.

Causas de sensibilidade á luz

As causas desta condição podem incluir:
  • Irite aguda ou uveíte (inflamação no interior do olho)
  • Queimaduras no olho
  • Abrasão corneana
  • Úlcera de córnea
  • Drogas como as anfetaminas, atropina, cocaína, ciclopentolato, idoxuridina, fenilefrina, escopolamina, trifluridina, tropicamida e vidarabina
  • Uso excessivo de lentes de contato ou uso de lentes de contato mal-equipadas
  • Doença ocular, lesão ou infecção (como calázio, episclerite, glaucoma)
  • Teste do olho, quando os olhos foram dilatados
  • Meningite
  • Enxaqueca
  • A recuperação da cirurgia do olho

Diagnóstico de sensibilidade à luz

O médico irá realizar um exame físico, incluindo um exame à vista. Você pode ser questionado sobre várias situações. As perguntas do médico podem incluir:
  • Quando é que a sensibilidade à luz começou?
  • Quão ruim é a dor? A dor ocorre sempre ou apenas algumas vezes?
  • Você precisa de usar óculos escuros ou permanecer em quartos escuros?
  • Será que um médico dilatou recentemente as suas pupilas?
  • Que medicamentos você toma? Você já usou colírios?
  • Você usa lentes de contato?
  • Você já usou sabonetes, loções, cosméticos ou outros produtos químicos em torno de seus olhos?
  • Alguma coisa parece melhorar ou piorar a sensibilidade à luz?
  • Você foi ferido?
  • Que outros sintomas você tem?

Tratamento para sensibilidade á luz

O melhor tratamento para a sensibilidade à luz será tratar a causa subjacente. Uma vez que o fator de desencadeamento é tratado, a condição desaparece, em muitos casos.
Se você estiver a tomar um medicamento que motive a sensibilidade à luz, fale com o seu médico sobre a possibilidade de interrupção ou substituição do medicamento.
Se você for naturalmente sensível à luz, evite a luz solar brilhante e outras fontes de iluminação adversas. Use chapéus de abas largas e óculos de sol com proteção de raios ultravioletas (UV).
As lentes fotossensíveis são outra solução para uma suave sensibilidade ao sol. Estas lentes escurecem automaticamente ao ar livre e bloqueiam 100 por cento dos raios UV do sol.
Para luz solar intensa, considere óculos polarizados. Estas lentes solares oferecem proteção extra contra reflexões.
Num caso extremo, você pode considerar o uso de lentes de contato protéticas, que são especialmente coloridas para se parecerem com os seus próprios olhos. As lentes de contato protéticas podem reduzir a quantidade de luz que entra no olho e fazer com que os seus olhos se mantenham mais confortáveis.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL