terça-feira, 8 de agosto de 2017

Lesão do plexo braquial

O plexo braquial é um grupo de nervos em torno do ombro. A perda de movimento ou fraqueza do braço podem ocorrer se estes nervos estiverem danificados. Esta lesão é chamada paralisia do plexo braquial neonatal

Causas de lesão do plexo braquial

Os nervos do plexo braquial podem ser afetados durante um parto difícil. A lesão pode ser provocada por:
  • Puxar a cabeça e pescoço da criança para o lado, com os ombros a passar pelo canal do parto
  • Alongamento dos ombros da criança durante um parto de cabeça
  • Pressão sobre os braços levantados do bebê durante uma entrega de culatra (pés-primeiro)
Existem diferentes formas desta lesão. O tipo depende da quantidade de paralisia do braço:
  • Paralisia do plexo braquial, na maioria das vezes afeta apenas a parte superior do braço, sendo também chamada de paralisia Erb-Duchenne.
  • Paralísia Klumpke, que afeta a parte inferior do braço e da mão, sendo no entanto muito menos comum.
Alguns fatores aumentam o risco de lesão do plexo braquial neonatal. Estes incluem:
  • Apresentação pélvica
  • Recém-nascido maior do que a média
  • Dificuldade em passar o ombro do bebê após a cabeça já ter saído (chamada distócia de ombro)
A lesão do plexo braquial neonatal é menos comum agora que as técnicas de entrega melhoraram. O parto de cesariana é usado mais frequentemente quando existem preocupações sobre um parto difícil.
A lesão do plexo braquial neonatal pode ser confundida com uma condição chamada pseudoparalisia. Isto acontece quando a criança tem uma fratura e não move o braço por causa da dor, mas não existem danos nos nervos.

Sintomas de lesão do plexo braquial neonatal

Os sintomas podem ser vistos imediatamente ou logo após o nascimento, e podem incluir:
  • Nenhum movimento no braço ou na mão do recém-nascido
  • Reflexo de Moro ausente no lado afetado
  • Braço flexionado (curvado) no cotovelo, de encontro ao corpo
  • Diminuição da capacidade de apertar no lado afetado

Diagnóstico para lesão do plexo braquial neonatal

Na maior parte dos casos, um exame mostra que a criança não move o braço ou a mão. O braço afetado pode perder a força quando a criança é rolada de um lado para outro.
O reflexo de Moro está ausente no lado da paralisia do plexo braquial.
O médico irá examinar a clavícula para procurar uma fratura. A criança pode precisar de ser sujeita a um raio-x da clavícula.

Tratamento para lesão do plexo braquial neonatal

Massagem suave no braço e exercícios de amplitude de movimento são recomendados para casos leves. A criança pode precisar de ser vista por especialistas se o dano for grave ou se a condição não melhorar nas primeiras semanas.
A cirurgia pode ser considerada se alguma força não voltar para os músculos afetados até que o bebê tenha entre 3 a 9 meses de idade.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL