quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Demência com corpos de Lewy

Demência com corpos de Lewy é um dos tipos mais comuns de demência progressiva. As características centrais desta condição incluem declínio cognitivo progressivo, "flutuações" no estado de alerta e atenção, alucinações visuais e sintomas motores parkinsonianos, como a lentidão de movimentos, dificuldade para caminhar ou rigidez. As pessoas com esta condição também podem sofrer de depressão. Os sintomas de demência com corpos de Lewy são causados pelo acúmulo de corpos de Lewy (pedaços acumulados de proteína alfa-sinucleína) dentro dos núcleos de neurônios em áreas do cérebro que controlam aspetos particulares da memória e controle motor. Os pesquisadores não sabem exatamente por é que alfa-sinucleína se acumula em corpos de Lewy ou como é que os corpos de Lewy causam os sintomas desta condição, mas eles sabem que o acúmulo de alfa-sinucleína também está ligado à doença de Parkinson, atrofia de múltiplos sistemas e vários outros distúrbios, que são referidos como "sinucleinopatias”

Tratamento para demência com corpos de Lewy

Não existe cura para demência com corpos de Lewy. Os tratamentos são destinados a controlar os sintomas psiquiátricos, cognitivos e sintomas motores da doença. Os inibidores da acetilcolinesterase, tais como donepezil e rivastigmina, são utilizados primariamente para tratar os sintomas cognitivos da condição, mas eles também podem promover algum beneficio na redução dos sintomas psiquiátricos e motores. Os médicos tendem a evitar a prescrição de medicamentos antipsicóticos para os sintomas alucinatórios da condição por causa do risco da sensibilidade dos neurolépticos poder piorar os sintomas motores. Alguns indivíduos com demência com corpos de Lewy podem beneficiar com a utilização de levodopa para a sua rigidez e perda de movimento espontâneo.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL