sábado, 29 de julho de 2017

Estrias na gravidez

Muitas coisas mudam depois de ter um bebê, horários, tempo de sono e sensação de liberdade, para citar algumas mudanças.
Em conjunto com a necessidade de uma nova programação, existem muitas mudanças físicas que você vai notar. A principal é o aparecimento de estrias. Para muitas mulheres, as estrias fazem tanto uma parte de ter um bebê, como as fraldas e as mamadas.


Como se formam as estrias na gravidez

As estrias acontecem quando o corpo cresce de forma mais rápida do que a sua pele pode acompanhar. Isto faz com que as fibras elásticas (logo abaixo da superfície da pele) possam quebrar, resultando em estrias.
O crescimento rápido de partes do corpo durante uma gravidez, podem deixar você com estrias, especialmente na barriga e seios, duas das áreas que mais crescem. As estrias também podem aparecer nas coxas, nádegas e braços. Muitas vezes, estas marcas aparecem num tom avermelhado ou roxo, mas após a gravidez desvanecem-se gradualmente até ficar de cor branca ou cinza.
Os especialistas dizem que as mulheres que têm um peso saudável antes de engravidar devem ganhar entre 11 e 16 kg.
Quando se trata de estrias, a rapidez com que se ganha rapidamente peso, pode ser tão importante como o peso total ganho.

Tratamento de estrias na gravidez

Enquanto que algumas estrias desaparecem normalmente, como linhas ténues e prateadas, outras permanecem mais escuras e mais visiveis. A melhor época para tratar as estrias, é quando elas se encontram numa fase avermelhada. Géis produzidos através de uma mistura de extrato de cebola e ácido hialurônico podem ajudar. Num estudo, as pessoas que utilizaram o gel disseram que as suas marcas desapareceram após 12 semanas de uso diário.
Outra opção é um retinóide que o seu dermatologista pode prescrever, o que pode acelerar a renovação celular, podendo estimular o crescimento de novo colágeno, levando a uma pele mais gorda e saudável. No entanto, você não poderá usar um retinóide se estiver grávida ou a amamentar.
Outros tipos de tratamento incluem lasers que aquecem a pele, o que estimula o crescimento de colágeno e encolhe os vasos sanguíneos dilatados. Este tratamento pode demorar várias sessões para se verificare  resultados positivos.
Processos mais suaves, tais como dermoabrasão também podem ajudar a renovar a pele, mas não será de esperar uma grande mudança.
Algumas mulheres tentam simplesmente aceitar a sua nova condição de pele, agora que o bebê chegou.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL