terça-feira, 4 de julho de 2017

Doença dos pequenos vasos

A doença dos pequenos vasos é uma condição na qual as paredes das pequenas artérias do coração ficam danificadas. A condição faz com que surjam sinais e sintomas de doença cardíaca, tais como dor no peito (angina).
Esta doença é por vezes chamada de doença microvascular coronária. A doença é muitas vezes diagnosticada depois de um médico encontrar pouco ou nenhum estreitamento nas principais artérias do coração, apesar dos sintomas que sugerem doença cardíaca.
A doença é mais comum em mulheres e em pessoas que têm diabetes ou pressão arterial elevada e pode ser tratada, mas pode ser difícil de detetar.

Sintomas de doença dos pequenos vasos

Sinais da doença dos pequenos vasos inlui sintomas como:
  • Dor no peito, aperto ou desconforto (angina), que pode piorar durante as atividades diárias e momentos de estresse
  • Desconforto no braço esquerdo, mandíbula, pescoço, costas ou abdômem, associado com dor no peito
  • Falta de ar
  • Cansaço e falta de energia
Se você tiver sido tratado para a doença arterial coronária com angioplastia e stents, e se os seus sinais e sintomas não desaparecerem, você também pode ter a doença de pequenos vasos.

Causas de doença dos pequenos vasos

Os especialistas suspeitam que as causas da doença dos pequenos vasos sejam as mesmas que as causas para a doença dos grandes vasos do coração, tais como a pressão arterial alta, colesterol elevado, obesidade e diabetes.
Os grandes vasos do seu coração podem tornar-se estreitados ou bloqueados através de uma condição na qual os depósitos de gordura se acumulam nas artérias (aterosclerose). Na doença de pequenos vasos, os danos aos pequenos vasos afeta a sua capacidade de expandir (disfunção endotelial). Como resultado, o coração não recebe sangue suficientemente rico em oxigênio.

Tratamento para doença dos pequenos vasos

O tratamento para a doença de pequenos vasos envolve medicamentos para controlar o estreitamento dos vasos sanguíneos pequenos. O seu médico pode prescrever:
  • Nitroglicerina. Comprimidos de nitroglicerina, sprays e patches podem aliviar dores no peito, relaxando as artérias coronárias e melhorando o fluxo sanguíneo.
  • Bloqueadores beta. Estas drogas, tais como o propranolol (Inderal, Innopran XL, outros) e bisoprolol (Zebeta), abrandam o seu ritmo cardíaco e diminuem a sua pressão arterial.
  • Bloqueadores dos canais de cálcio. Drogas tais como verapamil (Verelan, Calan, outros) e diltiazem (Cardizem, Diltzac, outros) relaxam os músculos ao redor das suas artérias coronárias e fazem com que os vasos possam abrir, aumentando o fluxo sanguíneo para o coração. Eles também podem controlar a pressão arterial elevada.
  • Estatinas. Medicamentos como atorvastatina (Lipitor) e sinvastatina (Zocor) ajudam a baixar o colesterol, que contribui para o estreitamento das suas artérias. As estatinas também podem ajudar a relaxar os vasos sanguíneos do seu coração e a tratar danos nos vasos sanguíneos.
  • Enzima conversora de angiotensina (ECA). Medicamentos como benazepril (Lotensin) e lisinopril (Prinivil, Zestril) ajudam a abrir os vasos sanguíneos e baixam a pressão arterial.
  • Angiotensina II (bloqueadores dos receptores de ARBs). Medicamentos como azilsartan (Edarbi) e losartan (Cozaar) relaxam os vasos sanguíneos, o que reduz a pressão arterial e torna mais fácil o bombear do sangue do seu coração.
  • Ranolazina (Ranexa). Este medicamento alivia a dor no peito, alterando os níveis de sódio e de cálcio.
  • Aspirina. Aspirina pode limitar a inflamação e prevenir coágulos sanguíneos.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL