domingo, 9 de julho de 2017

Câncer de testículo

O câncer de testiculo ocorre nos testículos, que estão localizados dentro do escroto, uma bolsa de pele solta por baixo do pênis. Os testículos produzem hormônios sexuais masculinos e esperma para a reprodução.
Comparado com outros tipos de câncer, o câncer de testículo é raro.
O câncer de testículo é altamente tratável, mesmo quando o câncer se espalha para além do testículo. Dependendo do tipo e estágio do câncer testicular, a pessoa poderá receber um de vários tratamentos, ou uma combinação de tratamentos. Auto-exame regular dos testículos pode ajudar a identificar tumores numa fase precoce, quando as chances de sucesso do tratamento de câncer de testículo são maiores.

Causas de câncer de testiculo

Não é claro o que provoca o câner de testiculo na maioria dos casos.
Os médicos sabem que o câncer testicular ocorre quando as células saudáveis num testículo ficam alteradas. Células saudáveis crescem e dividem-se de forma ordenada para manter o corpo a funcionar normalmente. Mas, por vezes, algumas células desenvolvem anormalidades, fazendo com que este crescimento fique fora de controle, e essas células cancerosas continuam a dividir-se mesmo quando novas células não são necessárias. As células que se acumulam formam uma massa no testículo.
Quase todos os cânceres de testículo começam nas células germinativas (as células nos testículos que produzem espermatozóides imaturos). O motivo que faz com que as células germinais se possam tornar anormais e evoluir para câncer não é conhecido.

Sintomas de câncer de testiculo

Sinais e sintomas do câncer testicular incluem:
  • Um caroço ou alargamento de qualquer testículo
  • A sensação de peso no escroto
  • Uma dor surda no abdômen ou virilha
  • Uma colecção súbita de líquido no escroto
  • Dor ou desconforto num testículo ou no escroto
  • Alargamento ou sensibilidade das mamas
  • Dor nas costas
Geralmente, o câncer afeta apenas um testículo.

Tratamento para câncer de testiculo

O tratamento depende da saúde em geral do paciente, do tipo de câncer testicular, e do seu estádio, uma medida de quão longe o câncer se espalhou. Os estágios do câncer testicular são:
  • Fase I. O câncer é encontrado somente no testículo.
  • Fase II. O câncer espalhou-se para os gânglios linfáticos próximos, abdômen ou pélvis.
  • Fase III. O câncer espalhou-se para os pulmões, cérebro, fígado, ou outras partes do corpo. Ou, o câncer espalhou-se para os gânglios linfáticos próximos e níveis de proteínas dos marcadores de tumor no sangue são bastante elevados.
  • Recorrente. O câncer voltou após o tratamento.
O tratamento para a maioria dos tipos e fases do câncer testicular é a remoção do testículo. Durante este procedimento, o cirurgião retira o testículo através de uma incisão na virilha. Antes da cirurgia e algumas semanas depois, exames de sangue serão feitos para medir os níveis de marcadores tumorais. Alguns homens vão precisar de cirurgia adicional para verificar se o câncer se espalhou para os gânglios linfáticos no abdômen ou para a pélvis.
Após a cirurgia, o tratamento do câncer testicular depende do estágio do câncer. Alguns homens vão precisar apenas de um acompanhamento regular. No entanto, a maioria dos homens vai precisar de tratamento adicional, como radioterapia ou quimioterapia. A radiação pode ser dirigida para os nódulos linfáticos, para destruir quaisquer partes do câncer que não possam ser visualizadas. A quimioterapia é usada quando o câncer se espalhou para além do testículo e também pode ajudar a evitar um novo aparecimento do câncer.
Em geral, os pacientes com seminomas, muitas vezes recebem terapia de radiação. A radioterapia não funciona tão bem em pacientes com não-seminomas. Em vez disso, eles tendem a ser sujeitos a cirurgia e quimioterapia.
Após o tratamento, exames regulares de acompanhamento são fundamentais para ter a certeza de que o câncer desapareceu. Durante os dois primeiros anos, um homem será examinado a cada um a dois meses. Exames de sangue, raios-X e tomografia computadorizada também serão implementados. Depois disso, exames físicos e exames de sangue são feitos um pouco menos frequentemente, e os raios-x serão realizados apenas uma vez ou duas vezes por ano.

Reveja as suas opções de tratamento com um especialista no tratamento de câncer testicular. Certifique-se de compreender todas as opções antes de tomar uma decisão de tratamento.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL