domingo, 30 de julho de 2017

Água no joelho

Água no joelho ocorre quando excesso de fluido se acumula dentro ou ao redor da articulação do joelho. Existem muitas causas comuns para o inchaço, incluindo artrite, lesão nos ligamentos ou menisco, ou quando o líquido recolhe na bursa. Esta condição é conhecida como bursite pré-patelar.
Quando uma articulação é afetada por artrite, particularmente uma artrite inflamatória tal como artrite reumatóide, o aumento de quantidades anormais de acumulação de líquido faz com que o joelho apareça inchado. O fluido é produzido pelos tecidos que são afetados pela artrite.

Sintomas de água no joelho

Um sintoma é algo que os sentidos do paciente descrevem, enquanto que um sinal é algo que as outras pessoas vêm. Por exemplo, sonolência pode ser um sintoma, enquanto que as pupilas dilatadas podem ser um sinal.
Sinais e sintomas de água no joelho dependem da causa do excesso de acúmulo de líquido na articulação do joelho. Com osteoartrite, a dor ocorre com o esforço. Geralmente, a dor desaparece com o descanso e relaxamento.
Um joelho pode parecer maior do que o outro. Inchaço em torno das partes ósseas do joelho aparecem proeminentes, quando comparadas com o outro joelho.
Quando a articulação do joelho contem excesso de líquido, ela pode tornar difícil de dobrar ou endireitar o joelho, em certos casos.
Se uma pessoa tiver lesionado o seu joelho, ela pode notar hematomas na parte da frente, nas laterais ou traseira do joelho. Aplicar peso sobre a articulação do joelho pode ser impossível e a dor pode tornar-se insuportável.

Causas de água no joelho

Causas de inchaço podem incluir artrite, lesão nos ligamentos do joelho ou um acidente.
As causas também podem incluir uma doença ou condição subjacente. O tipo de fluido que se acumula em torno do joelho depende da doença subjacente ou da condição ou tipo de lesão traumática que fez com que ocorresse excesso de fluido. Na maior parte dos casos, o edema pode ser facilmente curado.
Ter osteoartrite ou praticar esportes de alto risco que envolvem movimentos rápidos do joelho, como futebol ou tênis, por exemplo, significam que um indivíduo se encontra em maior risco de desenvolver água no joelho.
Em indivíduos com sobrepeso ou obesidade, o corpo coloca mais peso sobre a articulação do joelho. Isto provoca mais desgaste na articulação. Com o tempo, o corpo vai produzir um excesso de líquido articular.


Tratamento para água no joelho

Água no joelho responde bem às medidas de auto-cuidado simples, como repouso e elevação, bem como colocação de gelo e promoção de exercício. Tal como acontece com qualquer tipo de lesão, o gelo deve ser aplicado na área afetada apenas por 15 a 20 minutos de cada vez. O exercício e uma série de atividades de fitness estabelecidas por um fisioterapeuta poderão fortalecer a área enfraquecida do joelho.
A maioria dos tratamentos para água no joelho são baseados na causa da doença. No entanto, muitas pessoas com água no joelho precisam de ter o excesso de líquido removido, e poderão ter de ser sujeitas a um procedimento conhecido como aspiração.
Finalmente, pode ser necessário implementar uma série de injecções de corticosteróides, fármacos anti-inflamatórios não-esteorides (AINEs) ou antibióticos para reduzir a inflamação ou para o tratamento de uma infecção. Para outras causas, a cirurgia do joelho ou até mesmo a substituição da articulação podem ser necessárias.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL