quinta-feira, 22 de junho de 2017

Transtorno desafiador opositivo

Transtorno desafiador opositivo é um padrão de comportamento desobediente, hostil e desafiador em relação a figuras de autoridade.

Causas de transtorno desafiador opositivo

Este distúrbio é mais comum em meninos do que em meninas. Alguns estudos têm mostrado que ele afeta 20% das crianças em idade escolar. No entanto, a maioria dos especialistas acreditam que este número é elevado devido à mudança de definições de comportamento normal da infância, e possíveis preconceitos raciais, culturais e de gênero.
Geralmente, este comportamento começa por volta dos 8 anos de idade, mas pode começar tão cedo quanto os anos pré-escolares. Pensa-se que esta doença possa ser causada por uma combinação de fatores biológicos, psicológicos e sociais.

Sintomas de transtorno desafiador opositivo

Sintomas associados a este tipo de trantorno incluem:
  • Ativamente não seguir os pedidos dos adultos
  • Raiva e ressentimento dos outros
  • Discutir com adultos
  • Culpar os outros pelos próprios erros
  • Ter poucos ou nenhum amigo ou perder amigos
  • Estar em apuros constantes na escola
  • Perder a calma
  • Ser rancoroso ou procurar vingança
  • Irritar-se fácilmente
Para que se possa referir que esta condição ocorre, o padrão deve durar pelo menos 6 meses e deve corresponder a mais do que mau comportamento infantil normal.
O padrão de comportamentos deve ser diferente dos de outras crianças em torno da mesma idade e nível de desenvolvimento. O comportamento deve levar a problemas significativos na escola ou em atividades sociais.

Diagnóstico para transtorno desafiador opositivo

Crianças com sintomas desta doença devem ser avaliadas por um psiquiatra ou psicólogo. Em crianças e adolescentes, outras condições podem causar problemas de comportamento semelhantes e devem ser consideradas como possibilidades. Estas incluem:
  • Os transtornos de ansiedade
  • Déficit de atenção / hiperatividade
  • Transtorno bipolar
  • Depressão
  • Distúrbios de aprendizagem
  • Desordens de abuso de substâncias

Tratamento para transtorno desafiador opositivo

O melhor tratamento para uma criança é conversar com um profissional de saúde mental, possivelmente através de terapia familiar e individual. Os pais também devem aprender a gerir o comportamento da criança.

Os medicamentos também podem ser úteis, especialmente se os comportamentos ocorrerem como parte de uma outra condição (tais como depressão ou psicose infantil).

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL