domingo, 11 de junho de 2017

Síndrome de ardência bucal

Síndrome de ardência bucal é uma dor com sensação de queimação que ocorre na boca e que pode ocorrer todos os dias durante meses ou mais.
Médicos e dentistas não têm um teste específico para a síndrome de ardência bucal, o que torna a condição difícil de diagnosticar.
Nenhum tratamento específico funciona para todas as pessoas. No entanto, o seu médico pode prescrever medicamentos para ajudar a gerir a dor na boca, boca seca, ou outros sintomas.

Sintomas de síndrome de ardência bucal

O principal sintoma da síndrome de ardência bucal é a dor na boca com sensação de queimação e que se torna escaldante e motiva formigueiro. A dor pode surgir como uma sensação de dormência. Outros sintomas incluem boca seca ou alteração do paladar na boca.
Esta é uma condição dolorosa. Geralmente, a língua é afetada com a dor, mas também pode ocorrer dor nos lábios, céu da boca ou em toda a boca.
A dor associada a esta condição pode durar meses ou anos. Algumas pessoas sentem dor constante todos os dias. Para outras, a dor aumenta ao longo do dia. Para muitas pessoas, a dor é reduzida quando come ou bebe.


Tratamento para síndrome de ardência bucal

O seu médico irá ajudá-lo a obter alívio. Medicamentos podem ajudar a controlar a dor e a aliviar a boca seca.
Porque esta condição é uma desordem de dor complexa, o tratamento que funciona para uma pessoa pode não funcionar para outra.
Os sintomas da síndrome de ardência bucal secundária desaparecem quando a condição médica subjacente, como diabetes ou infecção por fungos são tratadas. Se um medicamento estiver a causar a condição secundária, em seguida, o seu médico pode mudar para um novo medicamento.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL