terça-feira, 13 de junho de 2017

Leucemia linfocítica crônica

A leucemia linfocítica crônica é um tipo de câncer que afeta as células brancas do sangue e tende a progredir lentamente ao longo de muitos anos.
A doença atinge principalmente pessoas com mais de 60 anos, sendo rara em pessoas com menos de 40 anos. As crianças quase nunca são afetadas.
Na leucemia linfocítica crônica, o material esponjoso encontrado dentro de alguns ossos (medula óssea) produz muitos glóbulos brancos chamados linfócitos que não estão totalmente desenvolvidos e não funcionam corretamente.
Ao longo do tempo isto pode causar uma série de problemas, tais como um aumento do risco de pegar infecções, cansaço persistente, gânglios inchados no pescoço, axilas ou virilha e sangramento anormal ou hematomas.
Esta condição é diferente de outros tipos de leucemia, incluindo leucemia mielóide crônica, leucemia linfoblástica aguda e leucemiamielóide aguda.

Sintomas de leucemia linfocítica crônica

A leucemia linfocítica crônica não costuma causar quaisquer sintomas no início e pode ser constatada durante um exame de sangue realizado por outra razão.
Quando os sintomas se desenvolvem, eles podem incluir:
  • Contrair infecções frequentemente
  • Anemia, com cansaço persistente, falta de ar e pele pálida
  • Sangramento e hematomas mais facilmente do que o normal
  • Temperatura elevada (febre)
  • Suor noturno
  • Glândulas inchadas no pescoço, axilas ou virilha
  • Inchaço e desconforto na barriga
  • Perda de peso involuntária
Você deve visitar o seu médico se tiver quaisquer sintomas persistentes ou preocupantes. Estes sintomas podem ter outras causas além do câncer, mas deverá sempre solicitar um diagnóstico.

Tratamento para leucemia linfocítica crônica

Atendendo a que esta condição progride lentamente e muitas vezes não apresenta sintomas no início, você pode não precisar de ser tratado imediatamente.
Se for detetada precocemente, você será sujeito a exames regulares ao longo dos próximos meses ou anos para verificar se ela está a piorar.
Se leucemia linfocítica crônica começar a causar sintomas ou não for diagnosticada até mais tarde, os principais tratamentos são:
  • Quimioterapia, em que a medicação pode ser tomada como um comprimido ou dada diretamente numa veia, sendo utilizada para destruir as células cancerosas
  • Um transplante de células-tronco ou medula óssea, em que as células doadas chamadas células estaminais são transplantadas para o seu corpo, assim que você começar a produzir glóbulos brancos saudáveis
Geralmente, o tratamento não pode curar a condição completamente, mas pode retardar a sua progressão e levar a períodos em que não existem sintomas. O tratamento pode ser repetido, se a condição voltar.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL