quarta-feira, 28 de junho de 2017

Espondilite

Espondilite ou mais especificamente espondilite anquilosante é um tipo de artrite inflamatória que tem como alvo as articulações da coluna. Primeiro, ela afeta a articulação sacro-ilíaca, onde a coluna se liga à pélvis, e então começa a afetar outras áreas da coluna vertebral. Os quadris e os ombros podem ser afetados, assim como os olhos, pele, intestino e pulmões. Os sintomas desta condição incluem dor nas costas, rigidez e mobilidade reduzida na coluna vertebral.
A espondilite afeta mais os homens do que as mulheres. Geralmente, a condição aparece entre as idades de 15 e 45 anos. Não existe cura para esta condição, no entanto, existem medidas que você pode tomar para ajudar a controlar os seus sintomas.

A inflamação ocorre como parte da doença. Osso novo pode crescer em volta das articulações da coluna vertebral, em resposta à inflamação. Isto leva a rigidez permanente nas costas e no pescoço de algumas pessoas com espondilite. Em casos graves, este osso extra pode fundir os ossos da coluna vertebral mantendo-os num conjunto único. Esta situação era comum, mas agora, geralmente pode ser evitada através do inicio de tratamento adequado, o mais cedo possível.
A maioria das pessoas com espondilite pode levar uma vida plena e ativa, porque a condição pode ser bem controlada. Existem momentos em que os sintomas se podem agravar e momentos em que os sintomas melhoram. É importante que você aprenda mais sobre a sua condição e desempenhe um papel ativo na gestão da sua condição.

Causas da espondilite

A causa exacta da espondilite é desconhecida, mas pensa-se que os genes possam desempenhar um papel importante. Esta condição tem maior probabilidade de ocorrer se você tiver uma história famíliar da condição. Estudos mostram que quase nove em cada dez pessoas com espondilite têm o gene chamado HLA-B27. No entanto, este gene está presente em oito por cento da população em geral, incluindo nas pessoas sem esta condição.


Sintomas da espondilite

Os sintomas variam de uma pessoa para outra, mas geralmente, eles são piores após o descanso e aliviados com o exercício. Os sintomas mais comuns incluem:
  • Dor e rigidez nas costas, nádegas ou no pescoço, e motivam muitas vezes que a pessoa acorde com rigidez matinal e dor
  • Dor nos tendões (que ligam os músculos aos ossos) e ligamentos (que ligam os ossos uns aos outros), sendo que, a dor é frequentemente sentida como dor na parte da frente do peito, costas ou no calcanhar por debaixo do pé

Tratamento para espondilite

Não existe cura para a espondilite. O tratamento médico tem o objetivo de controlar a dor, reduzir o risco de complicações e melhorar a qualidade de vida. O tratamento será adaptado aos sintomas específicos e à gravidade do estado do paciente.


Medicamentos para espondilite

Medicamentos para o tratamento da espondilite incluem:
  • Anti-inflamatórios não-esteróides (AINEs)
  • Medicamentos anti-reumáticos modificadores da doença (DMARDs)
  • Medicamentos biológicos modificadores da doença anti-reumática (bDMARDs). Estas novas drogas trabalham visando certas proteínas produzidas em excesso, que causam inflamação e danos nos ossos, cartilagem e tecido
  • Medicação corticosteróide
  • Analgésicos (medicamentos para o alívio da dor)

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL