quinta-feira, 29 de junho de 2017

Doença de Hashimoto

A doença de Hashimoto é uma causa comum de hipotireoidismo (hipoatividade da tireoide), sendo uma condição auto-imune. Nesta condição, as células do sistema imunitário atacam a glândula tireoide, causando inflamação e, na maioria dos casos, eventual destruição da glândula, o que reduz a capacidade da tireoide para produzir hormônios.
A glândula tireoide encontra-se na parte da frente do pescoço, abaixo da laringe (maçã de Adão), sendo constituída por dois lóbulos que se situam em ambos os lados da traqueia. A glândula tireoide produz os produtos químicos chamados hormônios, que regulam muitos processos metabólicos, incluindo o crescimento e a taxa em que o seu corpo queima energia. 

Sintomas da doença de Hashimoto

A doença de Hashimoto progride muito lentamente ao longo de muitos anos, pelo que os sintomas podem passar despercebidos. Os sintomas e sinais variam dependendo de fatores individuais, incluindo a gravidade da condição, mas podem incluir:
  • Fadiga incessante
  • Sensação de frio
  • Constipação
  • Rosto inchado
  • Pele seca
  • Cabelo seco propenso a quebra
  • Mudanças na voz, como rouquidão persistente
  • Retenção de líquidos (edema)
  • Ganho de peso repentino que não pode ser explicado por mudanças na dieta ou estilo de vida
  • Colesterol elevado no sangue
  • Alterações cognitivas, tais como depressão ou esquecimento
  • Alargamento da glândula tireoide (bócio)
  • Nas mulheres, sangramento menstrual intenso (menorragia)
Por vezes, a doença de Hashimoto não causa quaisquer sintomas perceptíveis. A condição pode ser descoberta durante as investigações para outras condições ou problemas médicos não relacionados.

Tratamento para a doença de Hashimoto

Com o tratamento, as perspetivas para a maioria das pessoas com a doença é excelente. Geralmente, o tratamento geralmente inclui medicação com o hormônio sintético da tireoide (tiroxina). O médico irá recomendar exames de sangue regulares para monitorar os níveis de hormônio da tireoide para garantir que eles estão dentro da faixa recomendada.
Você terá que tomar medicação durante toda a vida. A medicação não cura a doença, mas ajuda a manter os níveis normais de hormonas da tireoide. Os sintomas irão retornar se a medicação for interrompida. Uma cirurgia pode ser necessária se a glândula ampliada provocar sintomas de pressão.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL