sexta-feira, 23 de junho de 2017

Cólicas menstruais

Cólicas menstruais são dores latejantes ou cólicas no baixo ventre. Muitas mulheres experimentam cólicas menstruais antes e durante os seus períodos menstruais.
Para algumas mulheres, o desconforto é apenas irritante. Para outras, as cólicas menstruais podem ser suficientemente graves para interferir nas atividades diárias por alguns dias a cada mês.
As cólicas podem ser causadas por problemas identificáveis, tais como endometriose ou miomas uterinos. Tratamento de qualquer causa subjacente é a chave para reduzir a dor. As cólicas menstruais que não são causadas por uma doença subjacente tendem a diminuir com a idade e, muitas vezes melhoram depois de uma mulher dar à luz.


Sintomas de cólicas menstruais

Os sintomas desata condição incluem:
  • Dor latejante ou cólicas na parte inferior do abdâmen que podem ser intensas
  • Dor constante
  • Dor que irradia para a região lombar e para as coxas
Algumas mulheres também experimentam:

Causas de cólicas menstruais

Durante o período menstrual, o útero contrai-se para ajudar a expulsar o seu revestimento. Substâncias semelhantes a hormônios (prostaglandinas) envolvidas na dor e inflamação provocam as contrações musculares uterinas. Níveis mais elevados de prostaglandinas estão associados a cólicas menstruais mais severas.
Contrações graves podem contrair os vasos sanguíneos que alimentam o útero.

Tratamento para cólicas menstruais

As cólicas menstruais são tratáveis. O seu médico poderá recomendar:
  • Analgésicos. O seu médico pode sugerir analgésicos de venda livre, como o ibuprofeno (Advil, Motrin IB, outros) ou naproxeno sódico (Aleve) em doses regulares, que devem começar alguns dias antes do seu período começar. A prescrição de medicamentos anti-inflamatórios não esteróides (AINEs), tais como ácido mefenâmico (Ponstel), também estão disponíveis. Se você não poder tomar estes medicamentos, paracetamol (Tylenol, outros) pode diminuir a sua dor. Comece a tomar o analgésico no início do seu período ou logo que você sente os sintomas, e continue a tomar o medicamento até ao fim de dois ou três dias, ou até que os sintomas tenham desaparecido.
  • Controle da natalidade hormonal. Pílulas anticoncepcionais orais contêm hormônios que impedem a ovulação e reduzem a gravidade das cólicas menstruais. Esses hormônios também podem ser entregues em várias outras formas como através de uma injecção, um patch que você usa na sua pele, um implante colocado sob a pele do seu braço, um anel flexível que é inserido na vagina, ou um dispositivo intra-uterino (DIU).
  • Cirurgia. Se as cólicas menstruais forem causadas por um distúrbio subjacente, como a endometriose ou miomas, uma cirurgia pode corrigir o problema e pode ajudar a reduzir os sintomas. A remoção cirúrgica do útero também pode ser uma opção se você não estiver a planejar ter filhos.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL