terça-feira, 13 de junho de 2017

Cisto mamário

Cistos mamários são bolsas cheias de líquido no interior da mama, que geralmente não são cancerosos (benignos). Podem ocorrer um ou vários cistos da mama e podem ocorrer num ou em ambos os seios, sendo muitas vezes descritos como sendo redondos ou como protuberâncias ovais com bordas distintas. Um cisto de mama geralmente sente-se como uma uva ou um balão cheio de água, mas por vezes um cisto de mama torna-se firme.
Os cistos mamários não necessitam de tratamento, a menos que um cisto seja grande e doloroso ou se torne desconfortável. Neste caso, a drenagem do líquido a partir de um quisto da mama pode aliviar os sintomas.
Os cistos da mama são comuns em mulheres antes da menopausa, entre as idades de 35 e 50 anos, mas podem ser encontrados em mulheres de todas as idades. Eles também podem ocorrer em mulheres na fase pós-menopausa e que tomam terapia hormonal.

Sintomas de cisto mamário

Cistos da mama podem ser encontrados num ou em ambos os seios. Sinais e sintomas de um cisto de mama incluem:
  • Uma bolsa suave, que se move facilmente, mas que também pode ser fixo e oval com bordas distintas (que normalmente, embora nem sempre, indica que é benigno)
  • Secreção mamilar que pode ser clara, amarela, cor de palha ou castanho escuro
  • Dor na mama ou sensibilidade na área do nódulo da mama
  • Aumento de tamanho nódulo na mama e sensibilidade mamária pouco antes do período menstrual
  • Diminuição de tamanho e resolução de outros sintomas associados ao nódulo na mama, após o seu período
Ter cistos mamários não aumenta o risco de câncer de mama. Mas ter cistos pode tornar mais difícil encontrar novos nódulos mamários ou outras alterações que possam precisar de avaliação pelo seu médico. Mantenha-se familiarizada com a forma como normalmente sente os seus seios, para que possa perceber quando algo muda.

Causas de cisto mamário

Cada um dos seus seios contem lóbulos de tecido glandular, dispostos como pétalas de uma margarida. Os lóbulos são divididos em lóbulos menores que produzem leite durante a gravidez e aleitamento. O tecido de suporte que dá a forma da mama é composto de tecido adiposo e tecido conjuntivo fibroso. Cistos mamários desenvolvem-se como resultado da acumulação de fluido no interior das glândulas nos seios.
Os cistos da mama podem ser definidos pelo seu tamanho:
  • Microcistos são pequenos demais para se sentir, mas podem ser vistos durante exames de imagem, como numa mamografia ou ultrassom.
  • Macrocistos são suficientemente grandes para serem sentidos e podem crescer até cerca de 2,5 a 5 centímetros de diâmetro. Os cistos mamários grandes podem colocar pressão sobre o tecido da mama nas proximidades, causando dor no peito ou desconforto.

Diagnóstico de cisto mamário

Você precisará de um rastreio e de um diagnóstico quando você ou o seu médico identificarem um nódulo na mama. Depois de discutir os seus sintomas e histórico de saúde, o seu médico promoverá um exame de mama e pode pedir uma mamografia de diagnóstico e/ou uma ecografia mamária. Com base nas conclusões dos exames de imagem e do exame clínico, você poderá ser encaminhada para uma aspiração com agulha fina ou biópsia de mama.

Exame de mama

O seu médico irá examinar fisicamente o nódulo na mama e verificar se existem quaisquer outras anormalidades da mama. Atendendo a que o seu médico não pode dizer se um nódulo na mama é um cisto, a partir de um exame clínico da mama por si só, você irá precisar de outro teste. Geralmente recorre-se a um exame de imagem ou aspiração com agulha fina.

Ecografia mamária

A ecografia mamária pode ajudar o médico a determinar se um nódulo na mama está cheio de líquido ou se é sólido. Geralmente, uma área cheia de fluido indica um cisto de mama. Uma massa sólida que aparece, mais provavelmente será uma protuberância não cancerosa, tais como um fibroadenoma, mas protuberâncias sólidas também podem ser câncer de mama.
O seu médico pode recomendar uma biópsia para avaliar melhor uma massa que parece sólida. Se o seu médico conseguir sentir um nódulo na mama facilmente, ele pode passar para a realização de aspiração com agulha fina em vez de recorrer a um ultrassom de mama.

Tratamento para cisto mamário

Não é necessário tratamento para cistos mamários simples (aqueles que estão cheios de fluidos) e que não causam quaisquer sintomas (que são confirmados no ultra-som de mama ou após uma aspiração com agulha fina). Se o nódulo persistir ou se sentir-se diferente ao longo do tempo, deve promover-se acompanhamento com um médico.

A aspiração com agulha fina pode diagnosticar e tratar um cisto de mama se o seu médico remover todo o líquido do cisto no momento do diagnóstico, e se o nódulo na mama e seus sintomas desaparecerem.
No entanto, para alguns cistos mamários, você pode precisar de drenar o líquido mais de uma vez, já que cistos recorrentes ou novos são comuns. Se um cisto de mama persistir ao longo de dois a três ciclos menstruais e crescer mais, consulte o seu médico para uma avaliação mais aprofundada.

O uso de pílulas anticoncepcionais (contraceptivos orais) para regular os seus ciclos menstruais pode ajudar a reduzir a recorrência dos cistos mamários. Mas por causa de possíveis efeitos colaterais significativos, as pílulas anticoncepcionais ou outra terapia hormonal, tais como tamoxifeno, normalmente só são recomendadas em mulheres com sintomas graves. A interrupção da terapia hormonal após a menopausa também pode ajudar a prevenir cistos mamários.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL