domingo, 28 de maio de 2017

Varizes esofágicas

Varizes são veias que se encontram alargadas ou inchadas. O esôfago é o tubo que liga a garganta ao estômago. Quando ocorrem veias dilatadas no revestimento do esôfago, elas são chamadas de varizes esofágicas.

Causas de varizes esofágica

O fígado é o órgão que limpa as toxinas do sangue. A veia portal fornece sangue para o fígado. Geralmente, as varizes esofágicas ocorrem em pessoas com doença hepática. O fluxo de sangue através do fígado diminui quando a doença hepática está presente. Quando isso acontece, a pressão na veia portal sobe.
A pressão arterial elevada na veia porta (hipertensão portal) empurra o sangue em redor dos vasos sanguíneos, incluindo os dos vasos no esôfago. Estes vasos sanguíneos têm paredes finas e estão próximas à superfície. O sangue extra faz com que eles se expandam e inchem. Varizes também se podem desenvolver nos pequenos vasos sanguíneos, na parte superior do estômago.
Se a pressão causada pelo sangue extra ficar muito elevada, as varizes podem quebrar e sangrar. O sangramento é uma emergência que requer tratamento urgente. A hemorragia não controlada pode levar rapidamente a choque e morte.

Sintomas de varizes esofágicas

A maioria das pessoas não sabe que tem varizes esofágicas até que estas começam a sangrar. Quando o sangramento é súbito e grave, a pessoa vomita grandes quantidades de sangue. Quando o sangramento é menos grave, a pessoa pode engoli-lo, causando fezes negras. Se a hemorragia não for controlada, sinais de choque podem desenvolver-se, incluindo pele pegajosa pálida, respiração irregular e perda de consciência.

Diagnóstico de varizes esofágicas

Rastreio regular para varizes esofágicas é recomendado para pessoas com doença hepática avançada. A triagem é feita por endoscopia. Um endoscópio é um tubo fino e flexível com uma luz e uma pequena câmera na ponta. O médico passa o endoscópio para o esôfago. A câmara envia imagens de dentro do esófago para um monitor. O médico olha para a imagem no monitor para detetar veias dilatadas e os seus tamanhos. Linhas vermelhas sobre as veias são um sinal de sangramento.
O médico também pode utilizar o endoscópio para examinar o estômago e a parte superior do intestino delgado. 
Imagiologia por tomografia computadorizada ou ressonância magnética também são usadas para diagnosticar varizes esofágicas, muitas vezes em combinação com endoscopia. As imagens criadas mostram o esôfago, fígado e as veias portal esplênicas, o que dará ao médico mais informações sobre a saúde do fígado do que quando ocorre apenas a endoscopia.


Tratamento para varizes esofágicas

Os objetivos do tratamento serão:
  • Prevenir mais danos ao fígado
  • Impedir hemorragia das varizes
  • Controlar o sangramento, se ocorrer

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL