quinta-feira, 25 de maio de 2017

Síndrome hiperosmolar diabética

Síndrome hiperosmolar diabética ocorre quando uma pessoa com diabetes tipo 2 não segue um plano de tratamento e o seu nível de açúcar no sangue supera 33 milimoles por litro (mmol/L) ou 600 miligramas por decilitro (mg/dL). Nestas situações, o sangue torna-se espesso e viscoso. O açúcar em excesso passa do sangue para a urina, desencadeando um processo de filtragem que atrai grandes quantidades de fluido do corpo. Assistência médica imediata é essencial para a síndrome hiperosmolar diabética, já que esta condição pode provocar desidratação fatal se não for tratada.

Causas de síndrome hiperosmolar diabética

Síndrome hiperosmolar diabética pode ser desencadeado por:
  • Doença ou infecção
  • Não se seguir um plano de tratamento para diabetes ou ter um plano de tratamento inadequado
  • Certos medicamentos, como pílulas de água (diuréticos)
Por vezes, diabetes não diagnosticada resulta na síndrome hiperosmolar diabética.

Sintomas de síndrome hiperosmolar diabética

Síndrome hiperosmolar diabética pode levar dias ou semanas para se desenvolver. Possiveis sinais e sintomas incluem:

Diagnóstico de síndrome hiperosmolar diabética

Para a síndrome hiperosmolar diabética, um diagnóstico precoce é fundamental. A equipa de emergência médica vai promover um exame de estado físico e mental e pode solicitar aos que estão com você para descreverem o seu histórico médico.

Testes de laboratório

É provável que você seja sujeito a testes de sangue e urina para medir o seu nível de açúcar no sangue e a função renal, e para detetar a infecção, entre outras condições.

Tratamento para síndrome hiperosmolar diabética

O tratamento de emergência pode corrigir a síndrome hiperosmolar diabética dentro de horas. Tipicamente, o tratamento inclui:
  • Fluidos intravenosos para combater a desidratação
  • Insulina intravenosa para reduzir os níveis de açúcar no sangue
Se você tiver uma infecção ou uma condição de saúde subjacente, tais como insuficiência cardíaca congestiva ou doença renal, estas condições também serão tratadas.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL