terça-feira, 23 de maio de 2017

Colite isquêmica

A condição em que parte do cólon (intestino grosso) se torna inflamado e com feridas é conhecida como colite isquêmica. O problema resulta da diminuição do fluxo sanguíneo para o cólon. Isto pode contribuir para o aparecimento de áreas de inflamação do cólon e, em certos casos motiva o dano irreversível do cólon.
Qualquer parte do cólon pode ser afetada pela colite isquêmica, embora as pessoas mais afetadas apresentem dor no lado esquerdo do abdômen. Evacuações urgentes e diarreia com sangue são também comuns em casos relacionados com esta condição.
A maioria dos casos são leves e resolvem-se por conta própria num par de dias. No entanto, torna-se prudente consultar um médico imediatamente em caso de ocorrência de sintomas associados a esta condição, devido à possibilidade desta se tornar grave.

Causas de colite isquêmica

A causa precisa da diminuição do fluxo sanguíneo para o cólon nem sempre é clara. Mas vários fatores podem aumentar o risco de colite isquêmica. Estes podem incluir:
  • Acúmulo de depósitos de gordura nas paredes de uma artéria (aterosclerose)
  • Pressão arterial perigosamente baixa (hipotensão) associada com insuficiência cardíaca, cirurgia de grande porte, trauma ou choque
  • Um coágulo de sangue numa artéria que fornece o cólon ou, menos vulgarmente, numa veia (trombose venosa)
  • A obstrução intestinal causada por uma hérnia, tecido cicatricial, ou um tumor
  • A cirurgia ao coração ou dos vasos sanguíneos, ou dos sistemas digestivos ou ginecológicos
  • Outros problemas de saúde que afetem o seu sangue, como a inflamação dos vasos sanguíneos (vasculite), lúpus ou anemia falciforme
  • Uso de cocaína ou metanfetamina
  • Câncer do cólon (raro)

Medicamentos associados a colite isquêmica

Certos medicamentos também podem levar a colite isquémica, embora isto seja raro. Estes incluem:
  • Alguns medicamentos para o coração e enxaqueca
  • Meios hormonais, como o estrogênio
  • Antibióticos
  • Pseudoefedrina
  • Certos medicamentos para a síndrome do intestino irritável
  • Medicamentos de quimioterapia

Sintomas de colite isquêmica

Os sinais e sintomas de colite isquémica podem incluir:
  • Dor, sensibilidade ou cãibras na sua barriga, que pode ocorrer de repente ou gradualmente
  • Sangue vermelho vivo ou cor de marrom nas fezes ou, por vezes, a passagem de sangue sem fezes
  • Um sentimento de urgência para mover as entranhas
  • Diarreia
  • Náusea
O risco de complicações graves é maior quando você tem sintomas no lado direito do seu abdômen. Isto acontece porque as artérias que alimentam o lado direito do seu cólon também alimentam parte do seu intestino delgado, e estas também podem ficar bloqueadas. A dor tende a ser mais severa com este tipo de colite isquêmica.
O fluxo sanguíneo bloqueado para o intestino delgado pode levar rapidamente a morte de tecido intestinal (necrose). Se ocorrer esta situação com risco de vida, você vai precisar de cirurgia para eliminar o bloqueio e para remover a parte do intestino que foi danificada.

Diagnóstico de colite isquêmica

Muitas vezes, a colite isquémica pode ser confundida com outras perturbações porque os seus sintomas sobrepõem-se, em especial a doença inflamatória do intestino (DII). Com base nos seus sinais e sintomas, o médico pode recomendar estes exames de imagem:
  • Ultra-som e tomografia computadorizada abdominal, para fornecer imagens que podem ser úteis na exclusão de outras doenças.
  • Análise de fezes, para descartar infecção como causa dos seus sintomas.
  • Angiografia ou ressonância magnética, para fornecer imagens detalhadas do fluxo de sangue no seu intestino delgado e para procurar artérias bloqueadas. Geralmente, este teste somente é usado se houver suspeita de isquemia no seu intestino delgado.
  • Colonoscopia. Este teste, que fornece imagens detalhadas, pode ser útil no diagnóstico de colite isquêmica. A colonoscopia também pode ser usada para verificar se existe câncer, e para verificar o quão bem um tratamento funcionou.

Tratamento para colite isquêmica

O tratamento para a colite isquêmica depende da gravidade da condição.
Geralmente, os sinais e sintomas diminuem em dois a três dias, em casos leves. Mas o seu médico poderá recomendar:
  • Antibióticos, para evitar infecções
  • Fluidos intravenosos, se você estiver desidratado
  • O tratamento para qualquer condição médica subjacente, como a insuficiência cardíaca congestiva ou um batimento cardíaco irregular
  • Medicamentos para evitar a contração dos vasos sanguíneos, tais como medicamentos para enxaqueca, medicamentos hormonais e alguns medicamentos para o coração
O seu médico irá agendar colonoscopias de acompanhamento para monitorar a cicatrização e procurar complicações.

Cirurgia

Enquanto que a maioria dos casos resolve por conta própria, se os sintomas forem graves, ou o seu cólon for danificado, você pode precisar de cirurgia para:
  • Remover o tecido morto
  • Reparar um buraco no seu cólon
  • Contornar um bloqueio numa artéria intestinal
  • Remover parte do cólon por causa de cicatrizes e devido a causar um bloqueio
Existe a probabilidade de a cirurgia poder ser maior se você tiver uma doença subjacente, como doença cardíaca ou pressão arterial baixa.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL