sexta-feira, 31 de março de 2017

Tique

Um tique é um súbito e rápido movimento repetitivo (tique motor) ou vocalização (tique vocal).

Existem dois tipos principais de tiques:
  • Tiques simples que envolvem um grupo muscular.
  • Tiques motores simples que incluem balancear a cabeça, piscar os olhos, cheirar, espasmos no pescoço, encolher os ombros e fazer caretas. Estes são os mais comuns.
Os tiques vocais simples incluem tosse, pigarro e latidos. Os tiques complexos envolvem mais de um grupo muscular. Tiques motores complexos incluem auto-bater-se ou auto-cortar-se, saltar e pular e girar durante uma caminhada.
Os tiques vocais complexos incluem repetição de palavras fora do contexto, ecoando o que alguém disse, mesmo que sejam obscenidades.
Muitas vezes, o tique muda ao longo do tempo a partir de um tipo simples de tique para outro, ou de um simples tique para um tique complexo. Alguns são lentos e sustentados ao invés de breves e rápidos. Outros envolvem a parte inferior do corpo.
Pensa-se que os tiques possam ser desordens neurológicas herdadas que afetam o sistema motor do corpo. Eles também podem ser causados por traumatismo craniano ou certas drogas, tais como estimulantes.
Pessoas com transtornos de tiques descrevem um desejo que se acumula dentro delas antes do tique aparecer. Este acúmulo de sentimento é chamado de premonição. Muitas vezes, pessoas com tiques sentem alívio após um tique longo.
Embora os tiques sejam involuntários, estes cessam durante o sono. Por vezes, o desejo pode ser suprimido por curtos períodos de tempo, com esforço. Depois de fazer um esforço para reprimir um tique, geralmente, a pessoa tem uma explosão de tiques para aliviar um acúmulo da sensação interior. Para se ter uma ideia do que isto é, tente não piscar os olhos durante o tempo que você puder. Você vai sentir uma sensação de acúmulo com o decorrer do tempo em que você não pisca os olhos, e você vai sentir um grande alívio quando você finalmente pisca os olhos.
Quando tiques motores e vocais estão presentes e têm uma duração superior a um ano, o distúrbio é denominado síndrome de Tourette. Um grande número de outros distúrbios ocorrem frequentemente, juntamente com os sintomas de tiques. Por exemplo, mais de 50% das pessoas com síndrome de Tourette também têm transtorno de hiperatividade de déficit de atenção, e aproximadamente 30% a 40% também têm transtorno obsessivo-compulsivo.

Sintomas de tique

Os sintomas típicos de tiques motores incluem movimentos involuntários (sem controle) musculares da boca ou olhos, espasmos da cabeça e encolher de ombros. Exemplos de sintomas de tiques menos comuns e mais complexos, incluem curvar-se para tocar o chão, alisar a roupa e pular.
Os tiques vocais são expressões involuntárias, tais como ruídos, palavras (por vezes obscenidades) ou frases repetitivas (nalguns casos com rapidez crescente).
Os sintomas variam muito entre as pessoas com este tipo de transtorno, variando de tiques quase não observáveis até sintomas graves e incapacitantes. Muitas vezes, fadiga, ansiedade e outros eventos estressantes podem piorar os sintomas em pessoas com transtornos de tiques.


Tratamento para tique

O médico irá procurar e tratar qualquer causa potencial de um tique nervoso.
Tiques leves não requerem tratamento, a menos que sejam socialmente embaraçosos ou interfiram com a sua vida. Apoio emocional pode ser importante para as crianças que sentem que são diferentes, e aconselhamento psicológico pode ser útil. Formação de comportamento pode ser eficaz. Por exemplo, pessoas que sofrem com tiques podem ser ensinadas a reconhecer que um tique está a começar e realizar-se e pode promover outro movimento que seja incompatível com o tique.
Tiques graves podem ser tratados com medicamentos, tais como flufenazina, pimozida, ou tetrabenazina. Estes medicamentos afetam certos mensageiros químicos do sistema nervoso. Um grande número de outros medicamentos, incluindo injecções de toxina botulínica (Botox e outros), também podem ser eficazes. Condições associadas, tais como transtorno de hiperatividade do déficit de atenção ou distúrbio obsessivo-compulsivo podem exigir tratamentos específicos adicionais.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL