domingo, 19 de março de 2017

Diagnóstico de hipertensão

Este artigo aborda apenas a forma de diagnóstico da hipertensão. Se quiser conhecer as causas, sintomas e tratamento da hipertensão, consulte o artigo Hipertensão.


Como preparar a consulta médica relativa a hipertensão

Se você acha que pode ter pressão alta, solicite uma consulta com o seu médico de família ou profissional de saúde, para que a sua pressão arterial seja verificada.
Não são necessárias preparações especiais para verificar a sua pressão arterial. Você pode ter de evitar cafeína em alimentos e bebidas antes do seu teste. Você poderá querer usar o banheiro antes de ter a sua pressão arterial medida.
Como alguns remédios como medicamentos para o resfriado que não necessitam de receita médica, analgésicos, antidepressivos, pílulas anticoncepcionais e outros podem aumentar a pressão arterial, pode ser uma boa idéia levar uma lista de medicamentos e suplementos que você toma. Não pare de tomar quaisquer medicamentos prescritos que você ache que podem afetar a sua pressão arterial sem o consentimento do seu médico.

Porque as consultas médicas podem ser breves, e porque muitas vezes existe muita informação a ser tratada, torna-se importante que você possa estar preparado para a consulta médica. 


Como  se diagnostica a hipertensão

Para medir a sua pressão arterial, o seu médico ou um especialista, geralmente, coloca uma banda inflável em torno do braço e mede a sua pressão arterial com um medidor de medição de pressão.
A leitura da pressão arterial é dada em milímetros de mercúrio (mm Hg), e apresenta dois números. O primeiro, ou superior, mede a pressão nas suas artérias quando o seu coração bate (pressão sistólica). O segundo, ou menor, mede a pressão nas suas artérias entre batimentos (pressão diastólica).
As medidas de pressão arterial dividem-se em quatro categorias gerais:
  • Pressão arterial normal. A sua pressão arterial é normal se estiver abaixo de 120/80 mm Hg.
  • Pré-hipertensão. A pré-hipertensão é uma pressão sistólica que pode variar de 120 a 139 mm Hg ou uma pressão diastólica que pode variar entre 80 a 89 mm Hg. A pré-hipertensão tende a piorar ao longo do tempo.
  • Hipertensão de estágio 1. A hipertensão em estágio 1 é uma pressão sistólica que varia de 140 a 159 mm Hg ou uma pressão diastólica que varia de 90 a 99 mm Hg.
  • Hipertensão de estágio 2. Sendo uma hipertensão mais grave, a hipertensão de estágio 2 é uma pressão sistólica de 160 mm Hg ou superior ou uma pressão diastólica de 100 mm Hg ou superior.
Ambos os números da leitura de pressão arterial são importantes. Mas depois dos 60 anos, a leitura sistólica é ainda mais significativa. A hipertensão sistólica de modo isolado é uma condição em que a pressão diastólica é normal (menos de 90 mmHg), mas a pressão sistólica é alta (maior que 140 mmHg). Este é um tipo comum de pressão arterial elevada entre pessoas com mais de 60 anos.

Provavelmente, o seu médico vai obter duas a três leituras de pressão arterial em três ou mais consultas separadas antes de diagnosticá-lo com pressão arterial elevada. Isto ocorre porque a pressão arterial, normalmente varia ao longo do dia, e por vezes, especificamente durante as visitas ao médico, ocorre uma condição chamada de hipertensão do avental branco. Geralmente, a sua pressão arterial deve ser medida em ambos os braços para determinar se existe uma diferença. É importante usar um manguito de braço apropriado. O seu médico pode pedir-lhe para registar a sua pressão arterial em casa e no trabalho, para fornecer informações adicionais.
O seu médico pode sugerir um teste de monitorização da pressão arterial durante 24 horas chamado monitorização ambulatória da pressão arterial. O dispositivo utilizado para este teste mede a sua pressão arterial em intervalos regulares durante um período de 24 horas e fornece uma imagem mais precisa das alterações da pressão arterial durante um dia e uma noite comuns. No entanto, estes dispositivos não estão disponíveis em todos os centros médicos.
Se você tiver qualquer tipo de pressão arterial elevada, o seu médico irá rever o seu histórico médico e realizar um exame físico.
O seu médico também pode recomendar testes de rotina, como um teste de urina (exame de urina), exames de sangue, um teste de colesterol e um eletrocardiograma (um teste que mede a atividade elétrica do seu coração). Seu médico também pode recomendar testes adicionais, como um ecocardiograma, para verificar se existem mais sinais de doença cardíaca.

Como medir a pressão arterial em casa

Uma forma importante de verificar se o seu tratamento de pressão arterial está a funcionar, ou para diagnosticar se a pressão arterial elevada está a piorar, é monitorar a sua pressão arterial em casa. Monitores de pressão arterial caseiros estão amplamente disponíveis, e você não precisa de receita médica para comprá-los. Converse com o seu médico sobre a melhor opção. A monitorização da pressão arterial em casa não substitui as visitas ao seu médico, e os monitores de pressão arterial em casa podem ter algumas limitações.
Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL