segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Aminoácidos - Tipos e vantagens dos aminoácidos

Aminoácidos essenciais não condicionais vantagens propriedades
Vinte por cento do corpo humano é composto de proteína.  A proteína desempenha um papel crucial em quase todos os processos biológicos, e os aminoácidos são os blocos de construção dos processo biológicos.
Uma grande proporção das nossas células, músculos e tecidos é composta de aminoácidos, o que significa que eles desempenham muitas funções corporais importantes, como dar às células a sua estrutura. Eles também desempenham um papel fundamental no transporte e armazenamento de nutrientes. Os aminoácidos têm influência na função dos órgãos, glândulas, tendões e artérias. Além disso, são essenciais para curar feridas e reparar tecidos, especialmente nos músculos, ossos, pele e cabelos, bem como para a remoção de todos os tipos de depósitos de resíduos produzidos em ligação com o metabolismo.
A importância dos aminoácidos para o bem-estar humano está a aumentar.
Ao contrário do que acontecia há alguns anos atrás, muitos médicos já confirmaram que uma oferta de aminoácidos (também por meio de suplementos nutricionais) pode ter efeitos positivos.

O corpo humano usa aminoácidos para produzir proteínas para ajudar o corpo a:
  • Quebrar o alimento
  • Crescer
  • Reparar o tecido do corpo
  • Executar muitas outras funções do corpo
Os aminoácidos também podem ser utilizados como fonte de energia pelo organismo.
Os aminoácidos são classificados em três grupos:
  • Aminoácidos essenciais
  • Aminoácidos não essenciais
  • Aminoácidos condicionais

Aminoácidos essenciais

Os aminoácidos essenciais não podem ser produzidos pelo corpo. Como resultado, eles devem vir de alimentos.
Os 9 aminoácidos essenciais são histidina, isoleucina, leucina, lisina, metionina, fenilalanina, treonina, triptofano e valina.

Aminoácidos não essenciais

"Não essencial" significa que os nossos corpos produzem um aminoácido, mesmo que não o possamos obter dos alimentos que comemos.
Os aminoácidos não essenciais incluem alanina, asparagina, ácido aspártico e ácido glutâmico.


Aminoácidos condicionais

Geralmente, os aminoácidos condicionais não são essenciais, exceto em tempos de doença e estresse.
Os aminoácidos condicionais incluem arginina, cisteína, glutamina, tirosina, glicina, ornitina, prolina e serina.

Uma pessoa não precisa de obter aminoácidos essenciais e não essenciais em cada refeição, mas deve obter um equilíbrio entre estes durante todo o dia, o que se torna importante. Uma dieta baseada num único tipo de planta não será adequada, mas já não nos preocupamos com o emparelhamento de proteínas (como feijão com arroz) numa única refeição. Em vez disso, devemos olhar para a adequação da dieta global ao longo do dia.


Vantagens dos aminoácidos

Além de desempenhar um papel importante na síntese de proteínas e enzimas, os aminoácidos são considerados extremamente cruciais para uma boa saúde, uma vez que contribuem consideravelmente para a saúde do sistema nervoso humano, produção de hormônios e estrutura muscular. Além disso, eles são necessários para os órgãos vitais e estrutura celular. Se uma pessoa experimentar baixos níveis de aminoácidos essenciais, isto pode causar desequilíbrios hormonais, falta de concentração, irritabilidade e até mesmo depressão.
Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL