terça-feira, 28 de novembro de 2017

Hepatite B: Causas, sintomas e tratamento

Hepatite B causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
A hepatite B é uma infecção grave do fígado causada pelo vírus da hepatite B (VHB). Para algumas pessoas, a infecção por hepatite B torna-se crônica, o que significa que dura mais de seis meses. Ter hepatite B crônica aumenta o risco de desenvolver insuficiência hepática, câncer de fígado ou cirrose, uma condição que provoca cicatrizes permanentes no fígado.
A maioria das pessoas adultas infetadas com a hepatite B pode recuperar totalmente, mesmo que os seus sinais e sintomas sejam graves. Lactentes e crianças são mais propensos a desenvolver uma hepatite B crônica. Uma vacina pode prevenir a hepatite B, mas não existe cura, se você já tiver a condição. Se você estiver infetado, tomar algumas precauções pode ajudar a evitar a propagação do VHB a outras pessoas.

Causas de hepatite B

A infecção por hepatite B é causada pelo vírus da hepatite B (VHB). O vírus é transmitido de pessoa para pessoa através do sangue, sêmen ou de outros fluidos corporais.
Formas comuns de VHB ser transmitido incluem:
  • O contato sexual. Você pode ser infetado se tiver relações sexuais sem proteção com um parceiro infetado, cujo sangue, saliva, sêmen ou secreções vaginais entram no seu corpo.
  • Partilha de agulhas. VHB é facilmente transmitido através de agulhas e seringas contaminadas com sangue infetado. Compartilhar agulhas usadas para administração de drogas recreativas por via intravenosa coloca um alto risco de hepatite B.
  • Picadas de agulha acidentais. A hepatite B é uma preocupação para os profissionais de saúde e para qualquer outra pessoa que entre em contato com sangue humano.
  • Mãe para filho. As mulheres grávidas infetadas com o VHB podem passar o vírus para os seus bebês durante o parto. No entanto, o recém-nascido pode ser vacinado para evitar ficar infetado, em quase todos os casos. Fale com o seu médico sobre a necessidade de ser testada para a hepatite B se estiver grávida ou se quiser engravidar.

Sintomas de hepatite B

Os sinais e sintomas asscoiados a esta infecção podem variar de leves a graves, e geralmente aparecem cerca de um a quatro meses depois da pessoa ter sido infetada. Os sinais e sintomas da hepatite B podem incluir:

Fatores de risco para hepatite B

Hepatite B propaga-se através do contato com sangue, sêmen ou outros fluidos corporais de uma pessoa infetada. O risco de infecção aumenta se:
  • Uma pessoa tiver relações sexuais desprotegidas com múltiplos parceiros sexuais, ou com alguém que esteja infetado com VHB
  • Partilhar seringas durante o uso de drogas intravenosas (IV)
  • For um homem que tem relações sexuais com outros homens
  • Viver com alguém que tem uma infecção crônica por VHB
  • For um recém-nascido de uma mãe infetada
  • Tiver um trabalho que o expõe a sangue humano
  • Viajar para regiões com altas taxas de infecção com VHB, como a Europa Oriental, África e Centro e Sudeste Asiático

Diagnóstico de hepatite B

Se o médico suspeitar que você tem hepatite B, ele irá examiná-lo e promover exames de sangue. Exames de sangue podem determinar se você tem o vírus no seu sistema e se a condição é aguda ou crônica. O seu médico também pode querer remover uma pequena amostra do seu fígado para testar (biópsia do fígado), de modo a poder determinar se existem danos no fígado. Durante este teste, o médico insere uma agulha fina através da pele, no seu fígado, e remove uma amostra de tecido para análise laboratorial.


Triagem de pessoas saudáveis para a hepatite B

Por vezes, os médicos podem testar certas pessoas saudáveis para a infecção da hepatite B, porque o vírus pode danificar o fígado antes de causar sinais e sintomas. Fale com o seu médico sobre a triagem da infecção da hepatite B se você:
  • Viver com alguém que tem hepatite B
  • Tiver mantifo relações sexuais com alguém que tem a infecção
  • Tiver um teste de enzima hepática com resultados anormais inexplicáveis
  • Tiver HIV ou hepatite C
  • Injetar drogas ilegais
  • Estiver preso
  • For um homem que tem relações sexuais com homens
  • Receber diálise renal
  • Tomar medicamentos que suprimem o sistema imunológico, tais como medicamentos anti-rejeição utilizados após um transplante de órgão
  • Estiver grávida

Tratamento para hepatite B

Tratamento para prevenir a infecção da hepatite B, após exposição ao vírus

Se você sabe que foi exposto ao vírus da hepatite B, consulte o seu médico imediatamente. Se você não tiver sido vacinado ou não tiver a certeza de que foi vacinado, receber uma injecção de imunoglobulina contra hepatite B dentro de 12 horas depois de entrar em contato com o vírus, pode ajudar a proteger contra o desenvolvimento de hepatite B.

Tratamento da infecção de hepatite B aguda

Se o seu médico determinar que a sua hepatite B é aguda (ou seja, é de curta duração e vai desaparecer por conta própria) você pode não precisar de tratamento. Em vez disso, o seu médico pode recomendar nutrição adequada, descanso e ingestão de fluidos, enquanto o corpo luta contra a infecção.

Tratamento para a infecção de hepatite B crônica

Se você tiver sido diagnosticado com hepatite B crônica, você pode ser sujeito a tratamento para reduzir o risco de doenças do fígado e para impedi-lo de passar a infecção para outras pessoas. Os tratamentos incluem:
  • Medicamentos antivirais. Vários medicamentos antivirais, incluindo lamivudina (Epivir), adefovir (Hepsera), a telbivudina (Tyzeka) e entecavir (Baraclude), podem ajudar a combater o vírus e a retardar a sua capacidade de danificar o fígado. Fale com o seu médico sobre qual a medicação que pode ser adequada para você.
  • O interferão alfa-2b (Intron A). Esta versão sintética de uma substância produzida pelo organismo para combater a infecção é usada principalmente para jovens com hepatite B que não se querem submeter a tratamento a longo prazo, ou que queiram engravidar dentro de poucos anos. Este é administrado por injecção. Os efeitos colaterais podem incluir depressão, dificuldade para respirar e aperto no peito.
  • Transplante de fígado. Se o seu fígado tiver sido severamente danificado, um transplante de fígado pode ser uma opção. Durante um transplante de fígado, o cirurgião remove o fígado danificado e substitui-o por um fígado saudável. A maioria dos fígados transplantados vêm de doadores falecidos, embora um pequeno número possa vir de dadores vivos que doam uma parte dos seus fígados.
Outros medicamentos usados no tratamento da hepatite B estão a ser desenvolvidos.

Prevenção de hepatite B

Normalmente, a vacina contra a hepatite B é administrada através de três ou quatro injecções por mais de seis meses. Você não poderá pegar hepatite B através da vacina.

A vacina contra hepatite B é recomendada para:
  • Recém-nascidos
  • Crianças e adolescentes não vacinados no nascimento
  • Qualquer pessoa que tenha uma infecção transmitida sexualmente, incluindo HIV
  • Pessoas com deficiências e que vivem num ambiente institucional
  • Profissionais de saúde, trabalhadores de emergência e outras pessoas que entram em contato com sangue
  • Homens que mantêm relações sexuais com outros homens
  • Pessoas que têm múltiplos parceiros sexuais
  • Pessoas com doença hepática crônica
  • Pessoas que injetam drogas ilícitas
  • Pessoas que vivem com alguém que tem hepatite B
  • Pessoas com doença renal em estágio final
  • Parceiros sexuais de alguém que tem hepatite B
  • Viajantes que pretendem ir para uma área onde existe uma alta taxa de infecção de hepatite B
Também poderá gostar de ler:

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL