quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Tênia - Causas, sintomas e tratamento da Infecção

Infecção por tênia causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
Uma infecção por tênia é causada pela ingestão de alimentos ou água contaminados com ovos de tênia ou larvas. Se você ingerir ovos do parasita, este pode migrar para fora dos seus intestinos e formar cistos nos tecidos e órgãos (infecção invasiva) do corpo. No entanto, se você ingerir as larvas de tênia, elas desenvolvem-se em vermes adultos, no seu intestino (infecção intestinal).
Uma tênia adulta consiste de uma cabeça, pescoço e cadeia de segmentos chamados proglotes. Quando você tem uma infecção intestinal por tênia, a cabeça da tênia adere à parede intestinal, e os proglotes crescem e produzem ovos. Os vermes adultos podem viver até aos 30 anos. As infecções intestinais provocadas pelo parasita, são geralmente leves, mas as infecções invasivas podem causar sérias complicações.

Causas de tênia

A infecção por tênia começa após a ingestão de ovos do parasita ou larva e inclui:
  • Ingestão de ovos. Se você comer alimentos ou beber água contaminada com fezes de uma pessoa ou animal com tênia, você ingere ovos microscópicos do parasita. Por exemplo, um porco infetado com ténia passará ovos do parasita nas suas fezes, que entram no solo. Se este mesmo solo entrar em contato com uma fonte de alimento ou de água, estas ficam contaminadas. Você pode, então, ser infetado quando comer ou beber alguma coisa contaminada. Uma vez dentro dos seus intestinos, os ovos desenvolvem-se em larvas. Nesta fase, as larvas tornam-se móveis. Se elas migrarem para fora do seu intestino, elas formam cistos noutros tecidos, como nos pulmões, sistema nervoso central ou fígado.
  • Ingestão de cistos na carne ou tecido muscular. Quando um animal tem uma infecção por tênia, terá larvas de tênia no tecido muscular. Se você comer carne crua ou mal cozida de um animal infetado, você ingere as larvas, que depois se desenvolvem em vermes adultos dentro do seu intestino. Os vermes adultos podem medir mais de 15 metros de comprimento e podem sobreviver durante 30 anos num hospedeiro. Alguns vermes juntam-se às paredes do intestino, onde causam irritação ou inflamação leve, enquanto que outros podem passar para as fezes e sair do seu corpo.

Sintomas de tênia

Muitas pessoas com infecção intestinal por tênia não apresentam sintomas. Se você sentir os efeitos, os seus sintomas vão depender do tipo de lombriga que você tem e da sua localização. Sintomas de infecção invasiva variam dependendo do local para onde as larvas migraram.
Sinais e sintomas de infecção intestinal incluem:

Infecção invasiva

Se larvas de tênia tiverem migrado para fora do seu intestino e tiverem formado cistos noutros tecidos, elas podem, eventualmente, causar danos a órgãos e tecidos, resultando em:
  • Febre
  • Massas císticas ou caroços
  • Reacções alérgicas a larvas
  • Infecções bacterianas
  • Sinais e sintomas neurológicos, incluindo convulsões

Fatores de risco para tênia

Os fatores que podem colocá-lo em maior risco de infecção por tênia incluem:
  • Falta de higiene. Lavagem pouco frequente e tomar banho poucas vezes aumentam o risco de transferência acidental de matéria contaminada para a sua boca.
  • A exposição ao gado. Isto é especialmente problemático em áreas onde as fezes humanas e de animais não são descartadas corretamente.
  • Viajar para países em desenvolvimento. A infecção ocorre com mais frequência em áreas com práticas de saneamento pobres.
  • Comer carnes cruas ou mal cozidas. Cozinhar de modo inadequado pode não permitir a morte dos ovos do parasita e larvas contidas na carne de porco ou carne contaminada.
  • Viver em áreas endêmicas. Em certas partes do mundo, a exposição a ovos do parasita é mais provável de ocorrer. Por exemplo, o risco de entrar em contato com os ovos da tênia do porco (Taenia solium) é maior em áreas da América Latina, China, África Subsariana ou no Sudeste Asiático, onde os porcos são comuns.

Diagnóstico de tênia

Para diagnosticar a infecção por tênia, o médico pode contar com um dos seguintes procedimentos:
  • Análise de amostras de fezes. Para uma infecção intestinal por tênia, o seu médico pode verificar as suas fezes ou enviar amostras para um laboratório, para teste. Um laboratório utiliza técnicas de identificação microscópica para verificar se existem ovos ou segmentos de tênia nas suas fezes. Uma vez que os ovos e os segmentos são passados de forma irregular, o laboratório pode necessitar de recolher duas a três amostras durante um período de tempo, para a detecção do parasita. Por vezes, os ovos estão no ânus, pelo que, o seu médico pode usar um pedaço de fita adesiva transparente pressionada no ânus, para recolher os ovos, para identificação microscópica.
  • Teste de sangue. Para infecções invasivas dos tecidos, o médico também pode testar o seu sangue para identificar anticorpos que o seu corpo possa ter produzido para combater a infecção por tênia. A presença destes anticorpos indica infestação de tênia.
  • Exame de imagem. Certos tipos de imagiologia, tais como tomografia computadorizada ou ressonância magnética, raios-X ou ultrassons de cistos, podem sugerir infecção invasiva por tênia.

Tratamento para tênia

Algumas pessoas com infecções por tênia nunca precisarão de tratamento, e a tênia sai do corpo por conta própria. Outras não percebem que as têm, porque elas podem não motivar sintomas. No entanto, se você for diagnosticado com infecção intestinal por tênia, provavelmente, será prescrita medicação para você se livrar dela.

Tratamentos para infecções intestinais

O tratamento mais comum para infecção por tênia envolve medicamentos orais que são tóxicos para a tênia adulta, incluindo:
  • Praziquantel (Biltricide)
  • Albendazol (Albenza)
  • Nitazoxanida (Alinia)
A medicação que o seu médico prescreverá dependerá das espécies de tênia envolvidas e do local da infecção. Esta medicação será direcionada à tênia adulta, não aos ovos, por isso torna-se importante evitar a reinfecção em si mesmo. Lave sempre as mãos após usar o banheiro e antes de comer.
Para ter a certeza de que a sua infecção por tênia se esclareceu, provavelmente, o seu médico terá as suas amostras de fezes verificada em determinados intervalos depois de você terminar de tomar a sua medicação. O sucesso do tratamento (o que significa que as suas fezes se encontram livres de ovos do parasita, larvas ou proglotes) é mais provável de acontecer se você receber tratamento adequado para o tipo de tênia que está a causar a infecção.


Tratamentos para infecções invasivas

Tratamento de uma infecção invasiva depende do local e dos efeitos da infecção. Os tratamentos podem incluir:
  • Medicamentos anti-helmínticos. Albendazol (Albenza) pode encolher alguns cistos de tênia. O seu médico pode monitorar os cistos usando periodicamente exames de imagem, como ultrassom ou raios-X, para garantir que o medicamento é eficaz.
  • Terapia anti-inflamatória. A morte de cistos de tênia pode causar inchaço ou inflamação nos tecidos ou órgãos, pelo que, o seu médico pode recomendar a prescrição de medicação corticosteroide, como a prednisona ou dexametasona, para reduzir a inflamação.
  • Terapia anti-epiléptica. Se a doença estiver a causar convulsões, medicamentos anti-epilépticos podem pará-las.
  • Colocação de shunt. Um tipo de infecção invasiva pode causar demasiado fluido no cérebro, uma condição chamada hidrocefalia. O seu médico pode recomendar a colocação de um tubo permanente (shunt) na sua cabeça para drenar o líquido.
  • Cirurgia. Se os cistos podem ou não ser removidos cirurgicamente, dependerá da sua localização e sintomas. Cistos que se desenvolvem no fígado, pulmões e olhos são tipicamente removidos, uma vez que podem, eventualmente, ameaçar a função do órgão. O seu médico pode recomendar um tubo de drenagem, como uma alternativa à cirurgia. O tubo permite lavagens agressivas (irrigação) da área afetada, com soluções anti-parasitárias.

Prevenção de tênia

Para evitar a infecção por tênia, considere:
  • Lavar as mãos com água e sabão antes de comer ou manipular alimentos, e depois de usar o banheiro.
  • Ao viajar para áreas onde a tênia é mais comum, lave e cozinhe todas as frutas e vegetais com água potável, antes de comer.
  • Eliminar a exposição a gado e eliminar corretamente as fezes de animais e fezes humanas.
  • Cozinhar devidamente a carne a temperaturas de pelo menos 52 ºC para matar ovos do parasita ou larvas.
  • Congelar a carne durante pelo menos 12 horas e peixes durante pelo menos 24 horas, para matar ovos do parasita e larvas.
  • Evitar comer carne de porco e peixe cru ou mal cozido.
  • Tratar prontamente os cães infetados com tênia.
Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL