segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Prolapso da válvula mitral: Causas e tratamento

Prolapso da válvula mitral causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
Prolapso da válvula mitral é um mau funcionamento da válvula mitral do coração, a entrada física entre o átrio esquerdo do coração e o ventrículo esquerdo. Normalmente, a válvula mitral fecha quando os músculos se contraem no ventrículo, impedindo que o sangue flua de volta para o átrio esquerdo, quando o coração bombeia o sangue para o resto do corpo. No entanto, num prolapso da válvula mitral, uma ligeira deformação da válvula mitral impede que a válvula se feche normalmente. Isto aparece como uma moleza anormal ou prolapso da válvula. O resultado é que pequenas quantidades de vazamento de sangue voltem para o átrio esquerdo, com muito pouco efeito sobre a capacidade global do coração para bombear sangue.
Nalgumas pessoas, o vazamento piora para criar um escoamento de retorno significativo de sangue para dentro do átrio esquerdo. Isto é chamado de regurgitação mitral. Pessoas com insuficiência mitral severa podem desenvolver sintomas como falta de ar, fadiga e inchaço nas pernas. Raramente, uma cirurgia de coração torna-se necessária para reparar a válvula danificada.

Causas de prolapso da válvula mitral

Na maioria das pessoas com esta condição, a causa é desconhecida. No entanto, num pequeno número de pacientes, o prolapso pode estar relacionado com outra condição médica, tal como uma anormalidade hereditária na forma como o corpo produz colagénio (tecido conjuntivo) ou doença cardíaca reumática (uma complicação rara da infecção estreptocócica).
Especialistas em saúde estimam que o prolapso da válvula mitral afeta atualmente até 5% das pessoas. Por razões desconhecidas, a condição é mais comum nas mulheres entre os 14 e 30 anos. Por vezes, a condição afeta vários membros da mesma família, existindo ainda alguma evidência de que a condição pode ser hereditária.


Sintomas

A maioria das pessoas com esta condição não tem quaisquer sintomas, e a condição só é descoberta quando um médico ouve um certo som com ou sem um sopro cardíaco, durante um exame físico de rotina. No passado, este tipo de prolapso foi responsabilizado por sintomas como dores no peito, palpitações e tonturas. Embora uma pessoa com esta condição também possa ter estes tipos de sintomas, o prolapso da válvula mitral não é a causa.
As pessoas que têm insuficiência mitral que continua a piorar, podem ter sintomas de insuficiência cardíaca congestiva (fadiga, falta de ar, inchaço nas pernas).


Quando consultar um médico

Consulte o seu médico imediatamente se tiver palpitações ou um pulso anormal, especialmente se estes sintomas também forem acompanhados por tonturas ou desmaios. Consulte também o seu médico imediatamente se tiver dor no peito em qualquer idade.

Diagnóstico de prolapso da válvula mitral

O seu médico irá rever o seu histórico médico, incluindo qualquer história de doença cardíaca, fadiga excessiva, inchaço nas pernas ou falta de ar.
Você e o seu médico podem não suspeitar que você tem prolapso da válvula mitral até que o seu médico ouve um som chamado clique sistólico, com um estetoscópio, durante a parte cardíaca de um exame físico de rotina. O clique sistólico é um som cardíaco anormal relacionado com o mau funcionamento da válvula mitral. Algumas pessoas também têm um sopro no coração, um som cardíaco anormal causado pelo fluxo sanguíneo turbulento.
O seu médico pode diagnosticar o prolapso da válvula mitral, se ele ouvir o clique típico. O seu médico pode pedir um ecocardiograma para determinar a gravidade do prolapso. Este é um teste indolor que usa ondas sonoras para mapear a sua estrutura cardíaca. No entanto, um ecocardiograma não é realmente necessário para o diagnóstico, que geralmente pode ser feito com um exame físico cuidadoso.
Se você tiver sintomas como dor no peito, tonturas ou palpitações, outros testes podem ser necessários para determinar a causa da condição.

Tratamento para prolapso da válvula mitral

Se você tiver este problema mas não tiver quaisquer sintomas, então você não vai precisar de tratamento. No passado, o seu médico pode ter recomendado antibióticos antes de certos procedimentos e consultas odontológicas, mas recentes orientações indicam que os antibióticos não são mais recomendados para os pacientes com prolapso da válvula mitral. Algumas pessoas com a condição e com dores no peito ou palpitações tomam um medicamento beta-bloqueador, como o propranolol (Inderal), metoprolol (Lopressor) ou atenolol (Tenormin), para tratar os sintomas.
Se o prolapso se desenvolver numa insuficiência mitral severa, a válvula mitral anormal pode precisar de ser reparada ou substituída cirurgicamente.


Prognóstico

A maioria das pessoas com prolapso da válvula mitral nunca tem sintomas, e a condição nunca afeta significativamente o estilo de vida ou a expetativa de vida. Quando a cirurgia é realizada para reconstruir ou substituir a válvula mitral, esta é bem sucedida em mais de 90% dos casos.


Duração

Prolapso da válvula mitral é uma condição que se mantêm ao longo da vida. No entanto, a maioria das pessoas com esta condição não tem nenhum sintoma.


Prevenção de prolapso da válvula mitral

Não existe nenhuma forma conhecida de prevenir o prolapso da válvula mitral.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL