sábado, 3 de dezembro de 2016

Intoxicação por chumbo

Intoxicação por chumbo causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
O chumbo é um metal que é tóxico quando inalado ou ingerido. O chumbo entra na corrente sanguínea, sendo armazenado nos órgãos, tecidos, ossos e dentes.
Com o aumento ou a exposição prolongada, o chumbo pode causar:
  • Danos permanentes ao sistema nervoso central, especialmente no cérebro
  • Atraso no desenvolvimento em crianças
  • Mudanças comportamentais em crianças
  • A diminuição da produção de células vermelhas do sangue (anemia)
  • Problemas de audição
  • Danos nos sistemas reprodutivos de homens e mulheres
  • Doenca renal
  • Convulsões
  • Coma

Causas de intoxicação por chumbo

A principal fonte de exposição ao chumbo é a tinta à base de chumbo. Esta foi proibida para uso residencial, mas permanece em algumas casas mais antigas. O principal risco é a poeira da pintura. A poeira da tinta propaga-se no ar quando a tinta velha é raspada, polida ou começa a descamar.
As pessoas podem obter chumbo nos seus corpos de outras formas. Estas incluem:
  • Água potável a partir de tubos feitos de chumbo ou ao utilizar solda de chumbo
  • Usar pratos feitos com chumbo
  • Usar produtos feitos com tinta contendo chumbo
  • Jogar em solo contaminado com chumbo
  • Usar chumbo em passatempos ou artesanato, como ao fazer vitrais
  • Usar determinados remédios caseiros que contenham chumbo
  • Comer especiarias contaminadas com chumbo, adquiridas nalguns países 
As crianças enfrentam o risco mais grave. Os seus corpos em crescimento absorvem mais chumbo. As crianças pequenas tendem a colocar objetos nas suas bocas, que podem estar cobertas com pó de chumbo.
Adultos que têm altos níveis de chumbo no sangue, geralmente foram expostos no local de trabalho. Indústrias com um elevado potencial de exposição incluem:
  • A construção que envolve soldagem, corte, jateamento ou outros trabalhos em superfícies pintadas com chumbo
  • Operações de fundição
  • Oficinas de reparação de radiadores
  • Balas
As crianças pequenas podem ser expostas ao chumbo quando os pais que trabalham nestas áreas levam para casa o pó de chumbo em suas roupas e sapatos.
Uma mulher que teve intoxicação por chumbo pode tornar-se um marcador para o feto, se ela ficar grávida. Isto também acontece mesmo que que ela não esteja mais exposta ao chumbo.

Em crianças, os níveis de chumbo de 5 microgramas ou mais por decilitro (mcg / dl) de sangue são conhecidos por serem perigosos. Estudos recentes sugerem que níveis ainda mais baixos podem ser prejudiciais. Os pediatras acompanham de perto as crianças cujo nível de chumbo se aproxima de 5 mcg / dL. Estes são incentivados a verificar cuidadosamente as possíveis fontes de exposição ao chumbo.


Sintomas de intoxicação por chumbo

Crianças com níveis de chumbo no sangue de 5 a 25 mcg / dL, geralmente não apresentam sintomas óbvios de excesso de chumbo no corpo. O dano pode não ser óbvio. Ele só se torna perceptível na idade escolar, quando a criança apresenta sinais de possíveis dificuldades de aprendizagem, problemas de comportamento ou retardo mental.
Com exposições superiores, as crianças podem experimentar:
  • A diminuição da produção de células vermelhas do sangue (anemia)
  • Cansaço e fadiga
  • Dores de cabeça
  • Dor abdominal intensa e cólicas
  • Problemas de audição
  • Crescimento desacelera
  • Vômitos persistentes
  • Convulsões
  • Coma
Os adultos com níveis de chumbo no sangue entre 40 e 50 mcg / dL podem exibir alguns dos mesmos sintomas, ou qualquer um dos seguintes:
  • Incapacidade de dormir
  • Problemas de memória e concentração
  • Infertilidade
  • Danos nos rins
  • Pressão alta
Em mulheres grávidas, alguns sintomas incluem:
  • Natimortos
  • Abortos
  • Nascimentos prematuros
  • Problemas no desenvolvimento neurológico do feto

Diagnóstico de intoxicação por chumbo

Um médico que pense que alguém tem envenenamento por chumbo irá fazer um exame físico e formular perguntas sobre:
  • Os sintomas
  • Histórico médico
  • Potencial exposição ambiental
  • Dieta
  • Quaisquer problemas de aprendizagem ou comportamento (em crianças)
O envenenamento por chumbo é diagnosticado com um exame de sangue simples.
Os testes de sangue também podem ser utilizados para o rastreio de chumbo. Porque frequentemente não existem sintomas precoces, um exame de sangue é a melhor forma de identificar as crianças em risco de envenenamento por chumbo num estágio inicial.
A triagem de chumbo começa geralmente na idade de 6 a 12 meses. As diretrizes para a triagem de chumbo variam. Alguns especialistas recomendam que crianças com menos de 6 anos de idade devem ser testadas para o chumbo se:
  • Morarem ou visitarem regularmente um edifício construído antes de 1950
  • Morarem ou visitarem regularmente uma casa construída antes de 1978 e que foi reformulada nos últimos seis meses
  • Tiver um irmão, irmã, companheiro ou companheira que está a ser tratado para intoxicação por chumbo
  • Viver com um pai cujo trabalho ou hobby envolve exposição ao chumbo
  • Viver perto de uma fundição, local de reciclagem de baterias ou outra indústria que provavelmente possa liberar chumbo no meio ambiente
  • Forem vistos a ingerir lascas de tinta ou sujeira
  • Tiverem baixos níveis de ferro no sangue (anemia)
  • Nunca foram testados para o chumbo

Tratamento para intoxicação por chumbo

Para todos os casos de exposição ao chumbo, o passo mais importante é remover a fonte de chumbo. Quando isto é feito, geralmente, o tratamento não será necessário se o nível de chumbo no sangue for inferior a 20 mcg / dl. No entanto, deve promover-se exames de sangue repetidos para ter a certeza da quantidade de chumbo no sangue.
Níveis mais elevados de chumbo no sangue podem precisar de ser tratados. O tratamento consiste em tomar uma droga que se liga ao chumbo e ajuda o corpo a eliminá-lo. Este processo é chamado de terapia quelante.
Os médicos devem decidir se desejam usar a terapia de quelação, numa base caso-a-caso. Níveis muito elevados de chumbo (70 mcg / dL ou mais), por vezes, necessitam de hospitalização para começar a terapia.
Após o tratamento e/ou a remoção da fonte de chumbo ambiental, normalmente, o médico irá fazer mais testes de chumbo no sangue.
Além de recomendar uma dieta nutritiva, o médico também pode recomendar suplementos de ferro ou cálcio. Se uma criança com intoxicação por chumbo tiver anemia por deficiência de ferro, é muito importante que a anemia seja tratada. A anemia coloca a criança em risco mais elevado.
Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL