sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Cloasma ou áreas de pele mais escura

Cloasma causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
Cloasma, que também pode ter o nome de melasma, é uma condição na qual determinadas áreas da pele se tornam mais escuras do que a pele circundante. Os médicos chamam a esta condição hiperpigmentação. Cloasma, normalmente ocorre na face, principalmente testa, bochechas e acima do lábio superior. As manchas escuras aparecem frequentemente em ambos os lados da face, segundo um padrão praticamente idêntico. Raramente, estas manchas escuras podem aparecer noutras áreas do corpo expostas ao sol.
Cloasma ocorre muito mais frequentemente em mulheres do que em homens, e, geralmente, está associado a alterações hormonais. É por isso que as manchas escuras se desenvolvem frequentemente durante a gravidez, ou quando uma mulher está a tomar terapia de reposição hormonal ou contraceptivos orais. Cloasma durante a gravidez é relativamente comum. Por vezes é chamado de "máscara da gravidez". Normalmente, as manchas escuras duram até que a gravidez termina.

Causas de cloasma

O fator mais importante no desenvolvimento de cloasma é a exposição à luz solar. Uso de alguns medicamentos fazem com que uma pessoa sensível ao sol (fotossensibilizante) possa aumentar o risco de desenvolver cloasma. Estes podem incluir alguns cosméticos e medicamentos utilizados para tratar problemas de ovário ou da tireoide. Proteção contra o sol é uma parte necessária do tratamento do cloasma. Por exemplo, as mulheres que estão grávidas ou que tomam uma medicação hormonal e evitam o sol, são menos propensas a desenvolver cloasma do que aquelas que passam muito tempo expostas ao sol.

Sintomas de cloasma

As manchas escuras da pele aparecem na testa, faces, bochechas ou acima do lábio superior. Os sintomas são estritamente cosméticos, e uma pessoa não se vai sentir mal e a pele mais escura não será ferida.


Diagnóstico de cloasma

Um médico irá diagnosticar cloasma simplesmente através da observação da sua pele. O seu histórico médico vai ajudar a determinar fatores que podem ter causado o transtorno.

O seu médico pode usar uma lâmpada especial que emite luz ultravioleta. Isto permite que o médico possa ver padrões e profundidade de descoloração da pele, de forma mais clara.

Tratamento para cloasma

Quando as hormonas estabilizam, geralmente, as manchas escuras de cloasma desaparecem. As mulheres que desenvolvem cloasma, como resultado da gravidez, muitas vezes vêm as manchas desaparecer meses depois do bebê nascer. As mulheres que tomam contraceptivos orais ou terapia de reposição hormonal, muitas vezes vêem as manchas desaparecer, uma vez que param de tomar os medicamentos.
Algumas opções podem ajudar a desbotar ou tratar manchas escuras podem incluir:
  • A hidroquinona. Esta bloqueia o processo químico natural que leva à criação de melanina, a substância que faz com que a pele escureça.
  • A tretinoína, que é um tipo de vitamina A que ajuda a aumentar a taxa à qual as células mortas da pele caiem, aparecendo novas. Isto faz com que a mancha desapareça mais rapidamente e com que as células pigmentadas sejam derramadas.
  • Creme de ácido azelaico, que parece funcionar através do abrandamento ou paragem da produção de pigmento, a substância que torna a pele mais escura.
  • Algumas soluções líquidas aplicadas na pele, que podem proporcionar uma queimadura química suave, semelhante a queimadura solar. Ao longo do tempo, as camadas queimadas descolam, deixando aparecer a pele fresca e nova. Os peelings químicos variam em intensidade. O ácido glicólico é um dos mais suaves e, portanto, tem um menor risco de causar cicatrizes ou descoloração da pele. Os peelings químicos podem ser usados se cloasma não responder a outros tratamentos.
  • Terapia de luz pulsada intensa, que utiliza certos comprimentos de onda de luz para alvejar e remover as áreas pigmentadas da pele.
Também poderá gostar de ler:

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL