segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Adenocarcinoma - Causas e tratamento de adenocarcinoma

Adenocarcinoma causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
Se o seu médico lhe disser que você tem um adenocarcinoma, isso significa que você tem um tipo de câncer que começa nas glândulas que revestem o interior de um dos seus órgãos.
Adenocarcinoma pode acontecer em muitos locais, como mo cólon, mamas, esôfago, pulmões, pâncreas ou na próstata.
É natural que se sinta preocupado quando você descobre que tem câncer, mas lembre-se de que os tratamentos podem retardar ou parar a doença. Você pode precisar de quimioterapia, radioterapia ou cirurgia. Você e o seu médico irão decidir a melhor abordagem, com base no local onde os seus tumores estão a crescer e há quanto tempo eles existem.


Como ocorre um adenocarcinoma

As glândulas produzem líquidos de que o corpo precisa para ficar úmido e trabalhar devidamente. Um adenocarcinoma inicia-se quando as células nas glândulas que alimentam os seus órgãos crescem fora de controle. Estas podem espalhar-se para outros locais e prejudicar o tecido saudável.
Um adenocarcinoma pode começar em:
  • Cólon e reto. O cólon, que também é chamado de "intestino grosso", faz parte do sistema digestivo. Este é  um longo tubo que ajuda a remover a água e nutrientes do alimento que você come. O adenocarcinoma é o tipo mais comum de câncer do cólon. Ele começa como um pequeno pólipo ou crescimento, que geralmente é inofensivo no começo, mas que se pode transformar em câncer. A doença também pode começar no seu reto, parte do intestino grosso, onde os resíduos sobrantes dos alimentos digeridos, chamados de fezes, são empurrados para fora do corpo.
  • Peitos. A maioria dos cânceres de mama são adenocarcinomas. Eles começam nas glândulas da mama onde o leite é produzido.
  • Esôfago. Este é o tubo que leva os alimentos desde a boca até ao seu estômago. Normalmente, um adenocarcinoma começa nas glândulas mucosas que revestem a parte inferior do seu esôfago.
  • Pulmões. O adenocarcinoma representa cerca de 40% dos cânceres de pulmão. Este, é mais frequentemente encontrado na parte exterior dos pulmões e cresce mais lentamente do que outros tipos de câncer de pulmão. Normalmente, uma pessoa vai obtê-lo se for fumante ou se já tiver sido fumante no passado.
  • Pâncreas. Este é um órgão que se localiza na parte de trás da sua barriga, atrás do seu estômago. Este produz hormônios e enzimas que ajudam a digerir os alimentos. Cerca de 85% dos cânceres pancreáticos são causadas por adenocarcinomas. Estes tumores começam nos vasos deste órgão.
  • Próstata. Esta é uma glândula presente nos homens que fica imediatamente abaixo da bexiga. Ela ajuda a produzir um pouco do fluido que protege as células do esperma. Adenocarcinoma começa nas células que produzem este fluido. A maioria dos cânceres de próstata são deste tipo.

Sintomas de adenocarcinoma

Você pode ter sintomas como dor, diarreia, sangramento ou fadiga, dependendo do seu tipo de câncer. Mas logo no início, você pode não sentir que algo está errado.

Diagnóstico de adenocarcinoma

O seu médico irá promover um exame físico. Ele pode sentir os seus órgãos para verificar se existe qualquer inchaço ou crescimento.
Ele também pode perceber que algo não está certo quando você é sujeito a testes de rastreio regulares, como uma colonoscopia, quando um médico coloca um tubo no seu cólon para verificar se existem pólipos.
Você também pode ser sujeito a testes para verificar se tem um adenocarcinoma em qualquer dos seus órgãos. Estes testes podem incluir:
  • Exames de sangue. O seu sangue pode mostrar sinais de um possível câncer. Por exemplo, o médico pode verificá-lo para analisar se você tem anemia devido a sangramento decorrente de um tumor. Além disso, níveis elevados de algumas enzimas ou outros produtos produzidos por células cancerosas podem significar que você tem a doença.
  • Exames de imagem. Estes podem ajudar a verificar se qualquer um dos tecidos nos seus órgãos não parecem normais. Você pode obter uma tomografia computadorizada, que é um raio-X poderoso que produz imagens detalhadas do interior do seu corpo. Mas você também pode precisar de uma ressonância magnética, que utiliza poderosos ímãs e ondas de rádio para produzir imagens de órgãos e tecidos. Se você tiver câncer e iniciar o tratamento, exames de imagem também podem ajudar o médico a avaliar como é que o tratamento está a funcionar.
  • Biópsia. Neste procedimento, o seu médico recolhe uma pequena amostra de tecido do órgão onde ele pensa que você pode ter câncer. Por exemplo, ele pode remover um pólipo ou um crescimento do seu cólon, ou usar uma pequena agulha para remover tecido da sua mama. Um médico chamado patologista vai olhar para a amostra sob um microscópio para verificar se existem células cancerosas. A biópsia também pode mostrar se as células cancerosas se encontram apenas num órgão, ou se espalharam-se para outro local do seu corpo, ou o quanto elas cresceram.

Tratamento para adenocarcinoma

O tratamento dependerá do tipo de adenocarcinoma que você tem e de há quanto tempo a sua doença se iniciou. Isto é chamado de estágio do câncer. Os tratamentos podem incluir:
  • Cirurgia. O seu primeiro tratamento será, provavelmente, promover medidas para remover o tumor e tecido em torno dele. O seu médico pode então olhar para o tecido, para verificar se você está curado ou se ainda existem células cancerosas no seu corpo. Você pode precisar de combinar outros tratamentos com a cirurgia, para que o médico se possa certificar de que o seu câncer desapareceu.
  • Quimioterapia. Certas drogas podem matar células de adenocarcinoma, retardar o seu crescimento ou até mesmo curar a sua doença.
  • Radiação. Os médicos usam raios-X de alta energia ou outros tipos de raios para matar as células cancerosas.
Postar um comentário
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL