quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Jet lag - Causas e tratamento de jet lag

Jet lag causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
Jet lag é um tipo de distúrbio do sono que é causado por uma reação a viajar entre diferentes fusos horários.
Os nossos corpos desenvolvem naturalmente um ciclo de sono-vigília que está ligado aos padrões de claridade e escuridão no nosso ambiente. Este ciclo, chamado de ritmo circadiano, afeta muitos processos corporais, incluindo os níveis de temperatura e os níveis hormonais.

Causas de Jet Lag

Porque viajar entre fusos horários muda os padrões de claro-escuro no seu ambiente, isto pode atrapalhar os ritmos do corpo. Uma mudança de mesmo algumas horas pode não parecer significativa, mas muitas vezes é o suficiente para afetar o ciclo sono-vigília do corpo.
Os efeitos do jet lag vão para além de cansaço por algumas horas extras. Atendendo a que a interrupção no ciclo vigília-sono afeta os níveis hormonais do corpo, muitos processos do corpo podem ficar fora de equilíbrio, levando a uma variedade de sintomas.

Sintomas de Jet Lag

Os sintomas de jet lag podem variar de leves a graves, dependendo do número de fusos horários a atravessar e da sensibilidade de cada pessoa para tais mudanças. Quanto mais zonas você cruzar, mais provável se torna que os ritmos do corpo sejam interrompidos, o que pode levar a sintomas mais graves. A maioria das pessoas que atravessam cinco ou mais fusos horários vão experimentar pelo menos alguns sintomas, que podem incluir:
  • Sonolência diurna
  • Dor de cabeça
  • Insônia
  • Sono agitado, possivelmente com despertares frequentes
  • Dificuldade de concentração
  • Julgamento prejudicado
  • Dor de estômago ou náusea leve

Tratamento de jet lag

Algumas pessoas acreditam que o hormônio melatonina ajuda a diminuir o jet lag. Este hormônio, que pode ser comprado como um suplemento, é tomado cerca de 30 minutos antes de dormir no dia da viagem e por até quatro dias após a chegada, geralmente a uma dose de cerca de 3 miligramas. Muitas doses menores (1/2 miligrama) também podem funcionar, e algumas pessoas precisam de doses mais elevadas, cerca de 5 miligramas.

A melatonina não foi estudada extensivamente, mas alguns estudos sugerem que ela pode ser um remédio eficaz para jet lag. Geralmente, a melatonina não causa efeitos secundários graves, embora haja pouca informação sobre a sua segurança a longo prazo. Possíveis efeitos colaterais de curto prazo incluem sonolência diurna, tonturas, dor de cabeça, desorientação, perda de apetite e náuseas. Alguns estudos sugerem que as pessoas com epilepsia ou pessoas que tomam varfarina (Coumadin) devem evitar tomar suplementos de melatonina. A melatonina é considerada um suplemento nutricional, pelo que, não é regulado de perto. Se você quiser considerar o uso de melatonina para tratar jet lag, converse com o seu médico.
Medicamentos, tais como zolpidem (Ambien) ou um grupo de medicamentos relacionados, chamados benzodiazepínicos, podem ser eficazes para jet lag. Isto é particularmente verdadeiro para pessoas que têm dificuldade em adormecer depois de viajar para um novo fuso horário.


Prevenção de Jet Lag

Embora nada possa impedir completamente o jet lag, os viajantes podem fazer algumas coisas para limitar os seus efeitos:
  • Antes de viajar, tente reorganizar a sua agenda para corresponder melhor ao calendário do seu destino. Isto exige comer e dormir a horas ligeiramente diferentes (anteriores ou posteriores, dependendo do seu destino) do que você está acostumado.
  • Assim que chegar, tente adoptar o calendário do novo local o mais rapidamente possível, dormindo durante a noite, ficando acordado durante o dia, e comendo na hora das refeições locais.
  • Beba muita água para evitar a desidratação.
  • Evite álcool e cafeína, o que pode afetar o sono, contribuindo para a desidratação e podendo piorar os sintomas do jet-lag.
  • Saia à luz do dia no novo fuso horário. A exposição à luz natural pode ajudá-lo a adaptar-se ao novo ambiente mais rapidamente.

Também poderá gostar de ler:

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL