segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Fratura de quadril ou ruptura no fêmur

Fratura de quadril causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
As fraturas de quadril são rachaduras ou rupturas na parte superior do osso da coxa (fêmur) perto da articulação do quadril.
Por vezes, os médicos referem-se a fraturas de quadril como fraturas do fêmur proximal.
A fratura de quadril é uma rachadura ou ruptura na extremidade superior do fêmur mais próxima da articulação do quadril. Esta fratura pode ocorrer tanto na parte do fémur, como no interior do encaixe da articulação do quadril (intracapsular) ou no exterior do encaixe (extracapsular).

Sintomas de uma fratura de quadril

Os sintomas de uma fratura deste tipo incluem:
  • Não ser capaz de levantar, mover ou girar a perna
  • Incapacidade de ficar de pé ou colocar peso sobre a perna, embora nalguns casos isso seja possível
  • Uma perna mais curta, ou uma perna que gira mais para fora, sobre o lado lesionado
Se você achar que fraturou o quadril, você precisa de procurar atendimento hospitalar o mais rápido possível. Recorra ao número de telefone de emergência médica para solicitar uma ambulância.
Tente não se mover enquanto espera pela ambulância e certifique-se de se manter aquecido.

Causas de fratura de quadril

As fraturas que ocorrem no quadril são frequentemente o resultado de uma queda. As quedas são muito comuns em pessoas mais velhas devido a outros problemas de saúde, como redução da visão e problemas de mobilidade e equilíbrio.
Uma queda pode causar uma fratura no quadril, se uma pessoa tiver osteoporose (ossos fracos e frágeis).
Algumas pessoas acham que se torna difícil recuperar depois de uma fratura deste tipo, já que uma em cada três pessoas morrem dentro de 12 meses depois de fraturar o quadril (embora a maioria das mortes não sejam causadas pela queda em si, mas por doenças pré-existentes).
É por isso que muitos especialistas recomendam um programa coordenado de cuidados para as pessoas que já fraturaram o quadril.

Tratamento de uma fratura de quadril

Geralmente, a cirurgia é a única opção de tratamento para fraturas de quadril.
Alguém que teve uma fratura do quadril deve ser sujeito a cirurgia no dia em que fica internado no hospital, ou no dia depois de ser admitido.
Em cerca de metade de todos os casos, torna-se necessário proceder a uma substituição parcial ou total do quadril. Os restantes casos necessitam de cirurgia para corrigir a fratura, com o recurso a placas e parafusos ou hastes.
O tipo de cirurgia que será efetuada dependerá de um grande número de fatores, incluindo:
  • Tipo de fratura (onde ocorre)
  • Idade do paciente
  • O seu nível de mobilidade antes da fratura
  • A condição do osso e da articulação (por exemplo, se você tiver artrite)


Recuperação de uma cirurgia para fratura de quadril


O objetivo após a cirurgia é acelerar a recuperação, para ajudar a recuperar a sua mobilidade.

No dia após a cirurgia, você deve ter uma avaliação de um fisioterapia, devendo ainda ser instruído para um programa de reabilitação que inclua metas realistas que você deverá conseguir atingir durante a sua recuperação. O objetivo é ajudá-lo a recuperar a sua mobilidade e independência, de modo a que você possa voltar para casa o mais rápido possível.
O tempo que você vai precisar de permanecer no hospital dependerá da sua condição e mobilidade. Depois de ter uma substituição da anca, pode ser possível que você permaneça no hospital por três a cinco dias.
A evidência sugere que uma cirurgia rápida e um programa de reabilitação personalizado que começa o mais cedo possível após a cirurgia, pode melhorar significativamente a vida de uma pessoa, reduzindo a duração da sua permanência no hospital e ajudando-a a recuperar a sua mobilidade de forma mais rápida.
Também pode ser útil ler um guia de cuidados e apoio (escrito não só para as pessoas com necessidades de cuidados e apoio, como também para os seus cuidadores e familiares). Este deve inclui informações e conselhos sobre:
  • Formas de se transportar e forma de como se locomover com problemas de mobilidade
  • Reabilitação
  • A escolha de equipamentos de mobilidade, cadeiras de rodas e scooters

Complicações da cirurgia para fratura de quadril

As complicações que podem ocorrer após uma operação da anca incluem:
  • Infecção, que ocorre em cerca de 1 a 3% dos casos
  • Coágulos de sangue, que podem formar-se nas veias profundas da perna (trombose venosa profunda). Estes podem ser evitados ao usar meias de compressão, exercícios e medicação
  • Úlceras de pressão, que podem desenvolver-se numa área da pele que está sob constante pressão devido à permanência numa cadeira ou numa cama por longos períodos de tempo
O seu cirurgião será capaz de discutir estes e outros riscos com você.

Prevenção de fratura do quadril


Pode ser possível evitar uma fratura deste tipo ao tomar medidas para evitar quedas e ao promover tratamento adequado da osteoporose.

Você pode reduzir o risco de cair através de:

  • Utilizar um andador, como uma bengala
  • Avaliar a sua casa para perigos (como carpetes soltas) e torná-la mais segura
  • Usar exercícios para melhorar o seu equilíbrio

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL