sábado, 26 de novembro de 2016

Ceratite - Causas e tratamento de ceratite

Ceratite causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
Ceratite é uma inflamação da córnea, a parte mais externa do olho que cobre a pupila e a íris (o anel colorido ao redor da pupila). As causas mais comuns de ceratite são infecções e lesões.
Infecções bacterianas, virais, parasitas e fungos podem causar ceratite. Uma ceratite infecciosa pode acontecer após uma lesão na córnea. Mas uma lesão pode inflamar a córnea sem que ocorra uma infecção secundária.
A ceratite viral ocorre muito comumente, e os tipos de vírus incluem:
  • Adenovírus, que é uma das causas de infecções das vias respiratórias superiores.
  • Herpes simplex tipo 1, o mesmo vírus que causa a herpes labial.
  • Varicela-zóster (também um vírus do herpes), o qual está associado com a varicela e herpes zoster.
A ceratite bacteriana ocorre com menos frequência do que a ceratite viral. Ceratite parasitária e fúngica são raramente vistas nos países desenvolvidos.
Geralmente, a ceratite infecciosa começa por afetar a camada externa da córnea, mas pode ir mais fundo (na córnea), aumentando o risco de problemas de visão.
A ceratite infecciosa não é uma característica de algumas doenças auto-imunes, tais como artrite reumatóide e síndrome de Sjogren.
Trauma na frente do olho, tal como pode ocorrer com lentes de contato mal encaixadas, cirurgia na córnea (incluindo cirurgia LASIK) ou qualquer outro tipo de lesão da córnea, podem levar a ceratite.

As pessoas que usam lentes de contato estão em maior risco para ceratite infecciosa. O uso de lentes deve parar imediatamente se uma pessoa suspeitar que está a desenvolver uma infecção ocular.

Sintomas da ceratite

Os sintomas da ceratite incluem:
  • Olho vermelho
  • Sensação de algo, como areia no olho
  • Dor
  • Sensibilidade à luz
  • Olhos lacrimejantes
  • Visão embaçada
  • Dificuldade em manter as pálpebras abertas
Quando causada por uma lesão ou infecção, tais como o vírus herpes simplex, geralmente, a ceratite afeta apenas um olho, mas ambos os olhos podem ser afetados quando a ceratite é devida a outras causas.


Diagnóstico de ceratite

O seu médico irá pedir-lhe informações sobre os seus sintomas, a sua visão e a sua saúde em geral. O seu médico ou especialista de olho, irá utilizar um instrumento que amplia a superfície da córnea para olhar para uma pequena úlcera causada por infecção viral. Esta úlcera, quando é devida a herpes simplex, tende a enviar ramos como estrelas, sendo melhor vista depois de um corante ser usado temporariamente sobre a córnea. A infecção da córnea por herpes simplex pode ser acompanhada por infecção da pálpebra. Neste caso, minúsculas bolhas dolorosas que se assemelham a herpes labial dos lábios podem aparecer na pálpebra.
O seu médico também poderá:
  • Testar a sua acuidade visual e clareza (acuidade visual)
  • Testar quão bem a sua pupila responde à luz
  • Examinar o seu olho usando um instrumento especial chamado de lâmpada de fenda
  • Esfregar suavemente dentro da pálpebra para obter uma amostra para enviar para um laboratório, para cultura

Tratamento para ceratite

O tratamento da ceratite depende da causa. Se houver lesão ligeira da córnea, tal como uma córnea riscada, não é necessário tratamento específico. Uma pomada antibiótica pode ser prescrita. Isto é feito principalmente para o conforto do paciente.
Se a ceratite for causada por herpes simplex ou pelo vírus herpes zoster, o seu médico irá prescrever colírios antivirais, uma medicação oral antiviral ou ambos. Ceratite bacteriana necessita de ser tratada com antibióticos. Dependendo da gravidade da infecção, um antibiótico oral pode ser prescrito juntamente com uma pomada antibiótica ou gotas para os olhos.
Normalmente, as lágrimas artificiais para lubrificação são eficazes para ceratite relacionada com a secura ocular. Ceratite causada por uma doença auto-imune é muitas vezes tratada com gotas oculares de corticosteróides tópicos. O tratamento da doença subjacente também ajuda a ceratite a curar, com menos chance de recorrência.

Também poderá gostar de ler:

Nenhum comentário:
Postar um comentário

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL