terça-feira, 4 de outubro de 2016

Epididimite - Causas e tratamento de epididimite

Epididimite causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
Epididimite é o inchaço (inflamação) do tubo que liga o testículo com o canal deferente. O tubo é chamado de epidídimo.

Causas de epididimite

Epididimite é mais comum em homens jovens com idade entre os 19 e os 35 anos, sendo mais frequentemente causada pela disseminação de uma infecção bacteriana. Muitas vezes, a infecção começa na uretra, próstata ou bexiga. Infecções de gonorreia e clamídia são mais frequentemente a causa do problema em homens heterossexuais jovens. Em crianças e homens mais velhos, é mais comumente causada por E. coli e bactérias semelhantes. Isto também é verdade em homens homossexuais.
Mycobacterium tuberculosis (tuberculose) pode causar epididimite. Outras bactérias (tais como Ureaplasma) também podem causar a condição.
Outra causa de epididimite é a utilização de um medicamento chamado amiodarona, que impede os ritmos cardíacos anormais.

Condições que podem aumentar o risco de epididimite incluem:
  • Cirurgia recente
  • Problemas estruturais no trato urinário no passado
  • O uso regular de um cateter uretral
  • Relações sexuais com mais de um parceiro e não usar preservativos

Sintomas de epididimite

Epididimite pode começar com uma febre baixa, calafrios e sensação de peso na área do testículo. A área vai ficar mais sensível à pressão e tornar-se dolorosa quando a doença progride. Uma infecção no epidídimo pode facilmente espalhar-se para o testículo.
Outros sintomas incluem:
  • Sangue no sêmen
  • Secreção da uretra (a abertura na extremidade do pénis)
  • Desconforto na parte inferior do abdômen ou pélvis
  • Febre
  • Caroço perto do testículo
  • Dor durante a ejaculação
  • Dor ou ardor durante a micção
  • Inchaço escrotal doloroso (epidídimo fica ampliado)
  • Sensibilidade na área da virilha, inchaço e dor que surge no lado afetado
  • Dor nos testículos que piora durante uma evacuação

Possíveis complicações de epididimite

As complicações de epididimite podem incluir:
  • Abscesso no escroto
  • Epididimite crônica
  • Abertura na pele do escroto
  • A morte de tecido testicular, devido à falta de sangue (enfarte testicular)
  • Infertilidade
  • Dor súbita e severa no escroto que se torna uma emergência médica. Neste caso, você precisa de ser visto por um médico imediatamente.

Diagnóstico para epididimite

Um exame físico irá mostrar um nódulo vermelho no lado afetado do escroto. A sensibilidade é mais frequentemente localizada numa pequena área do testículo, onde o epidídimo está ligado. Uma grande área de inchaço pode desenvolver-se em torno do nódulo.
Os gânglios linfáticos na região da virilha também podem ficar alargados, e pode haver descarga do pênis. Um exame retal pode mostrar um aumento da próstata.

Alguns testes podem ser realizados, incluindo:
  • Hemograma completo
  • Ultrassom Doppler
  • Varredura testicular
  • O exame e cultura de urina
  • Os testes para clamídia e gonorreia
Esta condição pode aparecer como torção testicular, em que o fornecimento de sangue ao testículo é cortado. É importante fazer a distinção, porque a torção testicular é uma emergência. Será necessário realizar uma cirurgia rapidamente no caso de existir uma torção testicular.

Tratamento para epididimite

O seu médico irá prescrever medicamentos para tratar a infecção. infecções sexualmente transmissíveis precisam de antibióticos específicos. Os seus parceiros sexuais também devem ser tratados. Você pode precisar de medicamentos para a dor e medicamentos anti-inflamatórios.
Se a condição for causada por tomar amiodarona, será necessário reduzir a dose ou mudar o seu medicamento.
Para aliviar o desconforto deve considerar-se:
  • Manter-se deitado com o escroto elevado
  • Aplicar compressas de gelo na área dolorosa
Você vai precisar de acompanhamento com o seu médico para garantir que a infecção foi eliminada completamente.
Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL