segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Artrose - Causas e tratamento de artrose

Artrose causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
A artrose também conhecida como osteoartrite ou osteoartrose é a forma mais comum de artrite, e afeta milhões de pessoas em todo o mundo. Esta condição ocorre quando a cartilagem de protecção nas extremidades dos seus ossos se desgasta com o tempo.
Embora a artrose possa danificar qualquer articulação do seu corpo, o distúrbio afeta mais comumente as articulações das suas mãos, joelhos, quadris e coluna vertebral.
Geralmente, os sintomas de artrose podem ser geridos de forma eficaz, apesar do processo subjacente não poder ser revertido. Manter-se ativo, manter um peso saudável e outros tratamentos pode retardar a progressão da doença e ajudar a melhorar a dor e função articular.

Sintomas de artrose

Muitas vezes, os sintomas da artrose desenvolvem-se lentamente e pioram ao longo do tempo. Sinais e sintomas de artrose incluem:
  • Dor. A sua articulação pode machucar durante ou depois de movimento.
  • Sensibilidade. A sua articulação pode sentir-se dolorida quando você aplica uma leve pressão sobre ela.
  • Rigidez. A rigidez articular pode ser mais perceptível quando você acorda pela manhã ou após um período de inatividade.
  • Perda de flexibilidade. Você pode não ser capaz de mover a sua articulação através de uma gama completa de movimento.
  • Sensação de atrito. Você pode ouvir ou sentir uma sensação de atrito quando usa a articulação.
  • Osteófitos. Estes bits adicionais de osso, que se sentem como nódulos duros, podem formar-se ao redor da articulação afetada.

Causas de artrose

A artrose ocorre quando a cartilagem que amortece as extremidades dos ossos nas suas articulações se deteriora gradualmente. A cartilagem é um tecido firme e escorregadio que permite a mobilidade articular quase sem atrito.
Na artrose, a superfície lisa da cartilagem torna-se áspera. Eventualmente, se a cartilagem se desgastar completamente, você pode ficar com osso a esfregar com osso.


Fatores de risco para artrose

Os fatores que podem aumentar o risco de artrose incluem:
  • Idade mais avançada. O risco de artrose aumenta com a idade.
  • Sexo. As mulheres são mais propensas a desenvolver a condição, embora não seja claro porque é que isto ocorre.
  • Obesidade. Ter sobrepeso extra contribui para a artrose de várias formas, e quanto mais você pesar, maior o risco. Aumento de peso coloca pressão adicional sobre as articulações que suportam peso, como os quadris e joelhos. Além disso, o tecido adiposo produz proteínas que podem causar inflamação prejudicial em torno das suas articulações.
  • Lesões nas articulações. As lesões, tais como as que ocorrem durante a prática de desportos ou que são devidas a um acidente, podem aumentar o risco de artrose. Até mesmo lesões que ocorreram há muitos anos e aparentemente ficaram curadas podem aumentar o risco de artrose.
  • Certas profissões. Se o seu trabalho incluir tarefas que colocam esforço repetitivo numa articulação em particular, eventualmente, esta pode desenvolver-se para artrose.
  • Genética. Algumas pessoas herdam uma tendência para desenvolver artrose.
  • Deformidades ósseas. Algumas pessoas nascem com articulações malformadas ou cartilagem defeituosa, o que pode aumentar o risco de artrose.

Complicações associadas a artrose

A artrose é uma doença degenerativa que piora ao longo do tempo. Dor nas articulações e rigidez podem tornar-se suficientemente graves para fazer com que as tarefas diárias se tornem difíceis.
Algumas pessoas não são mais capazes de trabalhar. Quando a dor articular é grave, os médicos podem sugerir uma cirurgia para substituição da articulação.

Quando consultar um médico

Se você tiver dor nas articulações ou rigidez que não desaparece, marque uma consulta com o seu médico.

Diagnóstico de artrose

Durante o exame físico, o médico irá examinar a sua articulação afetada, verificar a sensibilidade, inchaço ou vermelhidão e verificar a amplitude de movimento na articulação. O médico também pode recomendar exames de imagem e testes laboratoriais.

Exames de imagem

Imagens da articulação afetada podem ser obtidas durante exames de imagem. Exemplos incluem:
  • Raios X. A cartilagem não aparece em imagens de raios-X, mas a perda de cartilagem é revelada por um estreitamento do espaço entre os ossos da sua articulação. Um raio-X também podem mostrar osteófitos em torno de uma articulação. Algumas pessoas podem apresentar evidências de artrose num raio-X, antes de experimentarem qualquer sintoma.
  • Ressonância magnética (MRI). Uma ressonância magnética utiliza ondas de rádio e um forte campo magnético para produzir imagens detalhadas dos tecidos ósseos e moles, incluindo cartilagem. Geralmente, uma ressonância magnética não é necessária para diagnosticar a artrose, mas pode ajudar a fornecer mais informações em casos complexos.

Testes de laboratório

Analisar o seu sangue ou fluido das articulações pode ajudar a confirmar o diagnóstico:
  • Exames de sangue. Embora não haja nenhum teste de sangue para a artrose, alguns ensaios podem ajudar a excluir outras causas de dor nas articulações, como a artrite reumatóide.
  • Análise do líquido articular. O seu médico pode usar uma agulha para extrair líquido da articulação afetada. Examinar e testar o fluido da sua articulação pode determinar se existe inflamação e se a dor é causada por gota ou por uma infecção.

Tratamento para artrose

Atualmente, o processo da artrose não pode ser revertido, mas geralmente, os sintomas podem ser geridos de forma eficaz com mudanças de estilo de vida, terapias físicas e outras, medicamentos e cirurgia. Exercício e alcançar um peso saudável são geralmente as formas mais importantes no tratamento da artrose. O seu médico também pode sugerir medicamentos para artrose. Sintomas de artrose, principalmente a dor, podem ser ajudados por certos medicamentos, incluindo:
  • Paracetamol. O acetaminofeno (Tylenol, outros) foi demonstrado ser eficaz para pessoas com artrose que têm dor ligeira a moderada. Tomar mais do que a dose recomendada de paracetamol pode causar lesão hepática.
  • Medicamentos anti-inflamatórias não esteróides (AINEs). AINEs de venda livre, incluindo o ibuprofeno (Advil, Motrin IB, outros) e naproxeno sódico (Aleve, outros), tomados nas doses recomendadas, aliviam tipicamente a dor da osteoartrite. AINEs mais fortes, disponíveis por prescrição, também podem reduzir ligeiramente a inflamação, juntamente com o alívio da dor. AINEs podem causar dor de estômago, problemas cardiovasculares, problemas de sangramento, problemas de  fígado e danos nos rins. AINEs têm menos efeitos colaterais e também podem aliviar a dor.
  • Duloxetina (Cymbalta). Normalmente usado como um antidepressivo, este medicamento também pode ser usado para tratar a dor crônica, incluindo dor de osteoartrite.
As terapias para artrose podem incluir:
  • Fisioterapia. Um fisioterapeuta pode trabalhar com você para criar um programa de exercícios individualizado que irá fortalecer os músculos em torno da sua articulação, aumentar a sua amplitude de movimento e reduzir a dor. Exercício suave regular que você pode fazer, como nadar ou caminhar, pode ser igualmente eficaz.
  • Terapia ocupacional. Um terapeuta ocupacional pode ajudar a descobrir formas de fazer as tarefas diárias ou fazer o seu trabalho sem colocar estresse extra sobre a sua articulação já dolorosa. Por exemplo, uma escova de dentes com uma grande aderência poderá escovar os dentes mais facilmente se você tiver osteoartrite num dedo. Um banco no seu chuveiro pode ajudar a aliviar a dor do pé se você tiver osteoartrite do joelho.
  • Tai chi e yoga. Estas terapias de movimento envolvem exercícios e alongamentos, combinados com respiração profunda e suave. Muitas pessoas usam estas terapias para reduzir o estresse em suas vidas, e as pesquisas sugerem que tai chi e ioga podem reduzir a dor de artrose e melhorar a circulação. Quando conduzido por um instrutor experiente, estas terapias são seguras. Evite movimentos que possam causar dor nas articulações.

Procedimentos cirúrgicos e outros para artrose

Se os tratamentos conservadores não ajudarem, você pode querer considerar procedimentos, tais como:
  • Injecções de cortisona. Injecções de medicamentos corticosteróides podem aliviar a dor na sua articulação. Durante este procedimento, o médico anestesia a área em torno da articulação, e em seguida, coloca uma agulha no espaço dentro da sua articulação e injeta medicação. O número de injecções de cortisona que você pode receber a cada ano é geralmente limitado a três ou quatro, porque a medicação pode agravar a lesão articular ao longo do tempo.
  • Injecções de lubrificação. As injecções de ácido hialurônico podem oferecer alívio da dor, fornecendo algum amortecimento no seu joelho, embora algumas pesquisas sugiram que estas injecções não oferecem mais alívio do que um placebo. O ácido hialurónico é semelhante a um componente normalmente encontrado no seu fluido das articulações.
  • Realinhar os ossos. Se a artrose danificar um lado do seu joelho mais do que o outro, uma osteotomia pode ser útil. Numa osteotomia do joelho, um cirurgião atravessa o osso acima ou abaixo do joelho, e depois remove ou acrescenta uma cunha de osso. Isto muda o peso do corpo para longe da parte desgastada do seu joelho.
  • Substituição da articulação. Na cirurgia de substituição da articulação (artroplastia), o cirurgião remove as superfícies articulares danificadas e substitui-as com peças de plástico e metal. Riscos cirúrgicos incluem infecções e coágulos sanguíneos. As articulações artificiais podem desgastar-se ou soltar-se, e eventualmente, podem necessitar de ser substituídas.

Medicina alternativa para artrose

Vários tipos de medicina complementar e alternativa podem ajudar com os sintomas da artrose. Tratamentos que prometem melhoria para a condição incluem:
  • Acupuntura. Alguns estudos indicam que a acupuntura pode aliviar a dor e melhorar a função em pessoas que têm osteoartrite no joelho. Durante a acupuntura, agulhas muito finas são inseridas na sua pele em pontos precisos sobre o seu corpo.
  • Glucosamina e condroitina. Estudos foram elaborados para estes suplementos nutricionais. Alguns têm encontrado benefícios para pessoas com artrose, enquanto que a maioria indica que estes suplementos funcionam melhor do que um placebo. Não use glucosamina se for alérgico ao marisco. Glucosamina e condroitina podem interagir com diluentes de sangue, como a varfarina, e podem causar problemas de sangramento.
  • Insaponificáveis de abacate e soja. Este suplemento nutricional (uma mistura de óleo de abacate e soja) é amplamente utilizado na Europa para tratar artrose no joelho e no quadril. Este atua como um anti-inflamatório, e alguns estudos têm demonstrado que pode retardar ou mesmo prevenir lesões articulares.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL