terça-feira, 25 de julho de 2017

Tomografia computadorizada

Tomografia computadorizada para que serve como preparar como se faz riscos
A tomografia computadorizada, também chamada de TC é um processo que utiliza raios-X e tecnologia de computador para criar imagens transversais do corpo. Uma série de imagens de raios-X de cada fatia fina, são colocadas em conjunto num computador, para formar uma visão tridimensional do interior do corpo. Se um raio-X mostrar uma imagem do coração, uma tomografia computadorizada permite olhar para um modelo que você pode pegar e examinar a partir de qualquer ângulo.
Num varrimento de tomografia, os raios-X passam através do corpo e são analisados por um computador. O computador constrói uma imagem com base na quantidade de raios-X que passam através dos tecidos de diferentes espessuras. Por exemplo, o osso aparece em branco numa tomografia, e bolhas de gás no estômago e intestinos aparecem em preto.
Você pode ser sujeito a uma tomografia num ambulatório ou num hospital. O procedimento é indolor e demora cerca de 20 minutos, mas pode ser mais longo ou mais curto, dependendo da área do corpo a ser analisada.

Para que é usada a tomografia computadorizada

Uma tomografia computadorizada pode revelar massas anormais que podem ser tumores cancerígenos. As tomografias mostram o tamanho e forma do tumor, a sua localização precisa no corpo, e se o tumor é sólido ou oco. Por vezes, uma tomografia pode permitir perceber a diferença entre um tumor benigno e cancerígeno, embora uma biópsia ou outro teste possam ser necessários para promover um diagnóstico final. Numa biópsia, um pequeno pedaço de tecido é removido para ser examinado num laboratório. Durante uma biópsia guiada por tomografia, o médico irá usar a TC como um guia, enquanto insere uma agulha no local certo para remover uma amostra do tumor.
Além de detetar o câncer, uma tomografia computadorizada tem muitos outros usos. Ela pode mostrar abcessos e outras infecções, acidentes vasculares cerebrais, traumatismos cranianos e hemorragias no interior do crânio, bem como uma variedade de outras condições médicas.
Para pacientes obesos, a tomografia pode ser uma ferramenta de diagnóstico mais útil do que o ultrassom, porque grandes quantidades de gordura corporal podem interferir com as ondas de ultrassom, produzindo imagens mais pobres.

Preparação para uma tomografia computadorizada

Geralmente, a tomografia não requer qualquer preparação especial. No entanto, a pessoa deve sempre retirar jóias da área a ser analisada. Se você for uma mulher e houver qualquer chance de que possa estar grávida, informe o seu médico antes de ser sujeita ao procedimento.
Você pode precisar de beber um corante líquido para fazer com que os órgãos ou vasos sanguíneos se destaquem mais claramente no exame. Por vezes, este corante, chamado de "meio de contraste," é injetado numa veia. Diga ao seu médico se você já teve uma reação alérgica a este tipo de corante ou se você tem alguma alergia a medicamentos. Se você tomar um medicamento para diabetes chamado metformina (Glucophage), pergunte ao seu médico se você deve parar de tomá-lo 48 horas antes do seu exame, já que pode interagir com o meio de contraste.

Como é feita a tomografia computadorizada

Você vai deitar-se sobre uma mesa especial. O scanner gira 360 ° em torno de você, e a mesa também pode ser movida.


Acompanhamento após a tomografia computadorizada

Um radiologista (um médico especializado em imagem) lê e interpreta as imagens da tomografia. O pessoal da instalação onde decorre o exame enviará os resultados da digitalização para o seu médico.


Riscos associados a tomografia computadorizada

Apesar de uma tomografia requerer uma quantidade ligeiramente maior de exposição aos raios-X do que os raios-X convencionais, permite obter imagens que são muito mais nítidas.


Quando consultar o médico

Se você recebeu corante de contraste através de uma injecção, e o local da injecção se tornar vermelho ou doloroso, consulte o seu médico.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL