sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Pielonefrite - Causas e tratamento de pielonefrite

Pielonefrite causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
Pielonefrite ou infecção nos rins é um tipo específico de infecção do trato urinário (ITU), que geralmente começa na uretra ou na bexiga e viaja para os rins.
Uma infecção renal requer atenção médica imediata. Se não for tratada adequadamente, uma infecção nos rins pode danificar permanentemente os rins, mas as bactérias também podem espalhar-se para a corrente sanguínea e causar uma infecção com risco de vida.
Geralmente, o tratamento para pielonefrite inclui antibióticos e muitas vezes requer hospitalização.

Causas de pielonefrite

Normalmente, a infecção renal ocorre quando uma bactéria entra no trato urinário através do tubo que transporta a urina do seu corpo (uretra) e começa a multiplicar-se.
As bactérias de uma infecção noutras partes do corpo também se podem espalhar através da corrente sanguínea para os seus rins. A infecção renal é incomum por esta via, mas pode acontecer, como por exemplo, se você tiver uma válvula ou um coração artificial que fica infetado.
Raramente, a infecção pode ocorrer após uma cirurgia renal.

Sintomas de pielonefrite

Os sinais e sintomas de uma infecção renal podem incluir:

Fatores de risco de pielonefrite

Os fatores que aumentam o risco de uma infecção renal incluem:
  • Anatomia feminina. As mulheres têm um risco maior de infecção nos rins do que os homens. A uretra de uma mulher é muito mais curta do que a de um homem, de modo que as bactérias têm uma distância menor para viajar a partir do exterior do corpo para a bexiga. A proximidade da uretra com a vagina e ânus também cria mais oportunidades para que as bactérias entrem na bexiga, e uma vez aqui, a infecção pode espalhar-se para os rins. As mulheres grávidas estão em maior risco de uma infecção renal.
  • Obstrução no trato urinário. Tudo o que retarda o fluxo de urina ou reduz a sua capacidade de esvaziar completamente a bexiga ao urinar, como uma pedra nos rins, alterações estruturais no sistema urinário ou, nos homens, aumento da próstata, podem aumentar o risco de infecção nos rins.
  • Sistema imunológico enfraquecido. As condições médicas que prejudicam o sistema imunológico, tais como diabetes e HIV, aumentam o risco de infecção nos rins. Certos medicamentos, tais como drogas tomadas para evitar a rejeição de órgãos transplantados, têm um efeito semelhante.
  • A lesão dos nervos ao redor da bexiga. Dano no nervo ou na medula espinhal pode bloquear as sensações de uma infecção da bexiga, pelo que, a pessoa se torna inconsciente de que tem uma infecção nos rins.
  • O uso prolongado de um cateter urinário. Cateteres urinários são tubos utilizados para drenar a urina da bexiga. Você pode ter um cateter colocado durante e após alguns procedimentos cirúrgicos e testes de diagnóstico. Um cateter pode ser usado continuamente se você estiver confinado a uma cama.
  • Uma condição que faça com que a urina flua de forma errada. No refluxo vesico-ureteral, pequenas quantidades de fluxo de urina da bexiga voltam para os ureteres e rins. Pessoas com refluxo vesico-ureteral podem ter infecções renais frequentes durante a infância e estão em maior risco de infecção renal durante a infância e a idade adulta.

Complicações associadas a pielonefrite

Se for deixada sem tratamento, uma infecção renal pode conduzir a complicações potencialmente graves, tais como:
  • Danos permanentes nos rins. Os danos permanentes nos rins podem levar a doença renal crônica.
  • Envenenamento do sangue (septicemia). Os rins filtram os resíduos do sangue e, em seguida, retornam o sangue para o resto do seu corpo. Se você tiver uma infecção nos rins, as bactérias podem espalhar-se.
  • Complicações na gravidez. As mulheres que desenvolvem uma infecção nos rins durante a gravidez podem ter um risco aumentado de partos com baixo peso.

Diagnóstico de pielonefrite

Os médicos costumam diagnosticar infecções renais com base em sinais e sintomas, como febre e dor nas costas.
Se o médico suspeitar que você tem uma infecção nos rins, você pode ser solicitado a fornecer uma amostra de urina para testar para as bactérias, sangue ou pus presentes na sua urina. O seu médico também pode obter uma cultura de sangue (um teste de laboratório que verifica se existem bactérias ou outros organismos no sangue). Outros testes podem incluir um ultrassom, tomografia computadorizada ou um tipo de raio-X chamado de uretrocistografia miccional.

Tratamento para pielonefrite

Os antibióticos são a primeira linha de tratamento para pielonefrite. Os medicamentos a utilizar assim como o tempo de uso vão depender do seu estado de saúde e das bactérias encontradas nos testes de urina.
Normalmente, os sinais e sintomas de uma infecção renal começam a desaparecer dentro de alguns dias depois de iniciar o tratamento. Mas você pode precisar de continuar a usar antibióticos durante uma semana ou mais. Tome todo o curso de antibióticos recomendado pelo seu médico, para garantir que a infecção fica completamente eliminada.

Hospitalização devido a infecções renais graves

Para uma infecção renal grave, o seu médico pode admiti-lo num hospital. Tratamento no hospital pode incluir antibióticos que você recebe através de uma veia do seu braço (por via intravenosa) e o tempo que você permanecerá no hospital depende da gravidade da sua condição.

Tratamento para infecções renais recorrentes

As infecções recorrentes nos rins podem resultar de um problema médico subjacente, tal como uma anormalidade estrutural. O seu médico pode encaminhá-lo para um especialista renal (nefrologista) ou cirurgião do trato urinário (urologista) para uma avaliação que possa determinar as anormalidades urológicas que podem estar a causar as suas infecções. Você pode precisar de cirurgia para reparar uma anormalidade estrutural.


Prevenção de pielonefrite

Reduza o risco de infecção renal, tomando medidas para prevenir infecções do trato urinário. Mulheres, em particular, podem reduzir o risco de infecções do trato urinário, se:
  • Beberem bastantes líquidos, especialmente água. A ingestão de líquidos pode ajudar a remover as bactérias do seu corpo quando você urina.
  • Urinar com frequência. Não atrasar a micção quando sentir vontade de urinar.
  • Esvaziar a bexiga após a relação sexual. Urinar o mais rapidamente possível após a relação sexual ajuda a clarear bactérias a partir da uretra, reduzindo o risco de infecção.
  • Limpar cuidadosamente. Limpar da frente para trás após urinar e depois de uma evacuação, pode ajudar a impedir que as bactérias se espalhem para a uretra.
  • Evitar o uso de produtos femininos na área genital. A utilização de produtos femininos, como sprays de desodorante ou duchas na sua área genital pode irritar a uretra.
Nenhum comentário:
Postar um comentário

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL