sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Diverticulose - Causas, sintomas e tratamento

Diverticulose causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
A diverticulose é uma condição que se desenvolve quando bolsas se formam na parede do cólon. Estas bolsas são geralmente muito pequenas (5 a 10 milímetros de diâmetro), mas podem ser maiores.

Em diverticulose, as bolsas na parede do cólon não causam sintomas. Esta condição pode não ser descoberta, a menos que os sintomas venham a ocorrer, tal como no caso da doença diverticular dolorosa ou em diverticulite. Em muitos casos, diverticulose só é descoberta quando os testes são feitos para descobrir a causa de um problema médico diferente ou durante um exame de triagem.

Causas de diverticulose

O motivo de se formarem bolsas (divertículos) na parede do cólon não é completamente compreendido. Os médicos acham que se podem formar divertículos quando a alta pressão no interior do cólon empurra contra pontos fracos na parede do cólon.
Normalmente, uma dieta com fibra adequada produz fezes volumosas que se podem mover facilmente através do cólon. Se uma dieta for pobre em fibras, o cólon deve exercer mais pressão do que o habitual para mover pequenas fezes duras. Uma dieta pobre em fibras também pode aumentar o tempo de permanência das fezes no intestino, aumentando a pressão.
As bolsas podem formar-se quando a alta pressão empurra contra pontos fracos no cólon, onde os vasos sanguíneos passam através da camada muscular da parede do intestino para o fornecimento de sangue para a parede interior.

Sintomas de diverticulose

A maioria das pessoas não têm sintomas. Você pode ter diverticulose durante anos sem que ocorram sintomas. Com o tempo, algumas pessoas contraem uma infecção nas bolsas (diverticulite). 
O seu médico pode usar o termo de doença diverticular dolorosa. É provável que a doença diverticular dolorosa seja causada pela síndrome do intestino irritável. Os sintomas incluem diarreia, dor abdominal e cólicas, sem febre ou outros sinais de uma infecção.

Diagnóstico para diverticulose

Em muitos casos, esta condição apenas é descoberta quando os testes, como um raio-X enema opaco ou uma colonoscopia são implementados para descobrir a causa de um problema médico diferente, ou durante um exame de triagem.

Tratamento para diverticulose

A melhor forma de tratar a diverticulose é evitar a constipação. Aqui estão algumas ideias para evitar a constipação: 
  • Inclua frutas, legumes, feijões e cereais integrais na sua dieta todos os dias. Estes alimentos são ricos em fibras. 
  • Beba muito líquido, para que a sua urina tenha uma cor amarelo claro ou transparente, como a água. 
  • Faça algum exercício físico todos os dias. Tente manter atividade moderada, pelo menos 2 horas e meia por semana, ou tente implementar atividade vigorosa, pelo menos durante 1 hora e um quarto por semana. É bom que se mantenha ativo em blocos de 10 minutos ou mais, ao longo do dia e da semana. 
  • Tome um suplemento de fibras, todos os dias, se necessário. Leia e siga todas as instruções no rótulo. 
  • Programe um tempo a cada dia para uma evacuação. Manter uma rotina diária pode ajudar. Tome o seu tempo e não o estique quando você está sentuindo um movimento intestinal. 
Este tratamento pode ajudar a reduzir a formação de novas bolsas (divertículose) e a diminuir o risco de diverticulite.
O tratamento para a doença diverticular dolorosa envolve a adição de fibra na dieta e não comer alimentos que possam causar gases, dor ou outros sintomas. O tratamento é o mesmo que o descrito para a síndrome do intestino irritável.

Prevenção de diverticulose

Mantenha uma dieta rica em fibras, começando com abundância de fluidos e exercício regular, o que pode ajudar a prevenir a diverticulose.

Também poderá gostar de ler: 


Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL