sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Diplopia - Causas e tratamento de visão dupla

Diplopia causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações diplopia, visão dupla, diplopia binocular, diplopia monocular, o que é diplopia, diplopia vertical, diplopia horizontal
Diplopia ou visão dupla leva a que uma pessoa veja duas imagens de um único objeto. Existem dois tipos de diplopia ou visão dupla, nomeadamente monocular e binocular.
A diplopia monocular é a visão dupla em apenas um olho. A visão dupla continua mesmo quando o outro olho está coberto e a duplicação não vai desaparecer quando você olha em direções diferentes. 

Quais as causas de diplopia?

Diplopia monocular pode ser causada por:
  • Astigmatismo - Esta é uma curvatura anormal da superfície anterior da córnea.
  • Ceratocone - A córnea torna-se gradualmente mais fina e em forma de cone.
  • Pterígio - Este é um espessamento da conjuntiva, a membrana mucosa fina que reveste a superfície interna das pálpebras e o branco dos olhos. O espessamento estende-se sobre a córnea, a parte transparente da superfície do olho.
  • Catarata - Gradualmente, a lente torna-se menos transparente. Os fatores de risco incluem ter mais de 65 anos, ter trauma ocular ou diabetes a longo prazo, fumar, usar medicamentos esteróides ou tratamentos de radiação.
  • Uma lente deslocada - Os ligamentos que sustentam a lente no local ficam quebrados, e a lente move-se para fora do lugar. Isto pode ser causado por trauma para o olho ou uma condição conhecida como síndrome de Marfan.
  • Uma massa ou edema na pálpebra - Esta condição pode pressionar a parte da frente do olho.
  • Olho seco - Os olhos não produzem lágrimas suficientes.
  • Alguns problemas de retina – A diplopia pode acontecer quando a superfície da retina não é perfeitamente lisa, a qual pode ter uma variedade de causas.
Diplopia binocular é uma visão dupla relacionada a um desalinhamento dos olhos. A visão dupla pára se qualquer olho for coberto. Qualquer problema que afete um ou mais músculos em torno do globo ocular que controla a direcção do olhar, pode causar diplopia binocular. Estes são chamados músculos extra-oculares.

Quais os sintomas de diplopia?

O único sintoma de diplopia á a visualização de duas imagens de um único objeto.

Como se faz o diagnóstico de diplopia?

O primeiro passo será determinar se a sua visão dupla é monocular ou binocular. Para isso, o seu médico irá pedir-lhe para cobrir um olho e depois o outro. Se você tiver diplopia monocular, o seu médico irá avaliá-lo para condições tais como cataratas, que possam estar a causar o problema. Em seguida, você terá de consultar um oftalmologista. Se o problema for binocular e não houver trauma, em seguida, o seu médico vai querer saber se você tem diabetes, doença de Graves ou distúrbios neurológicos.

No diagnóstico de diplopia binocular, o médico terá de determinar quais os músculos dos olhos que estão afetados. Para isso, você será solicitado a olhar para o dedo do médico, e este move-o para cima, baixo, esquerda e direita. Isto permite que o médico verifique o quão longe o seu olho pode mover-se em cada sentido. O médico também irá cobrir um olho e depois o outro, enquanto você se concentra num alvo. Se o médico verificar que os seus olhos se deslocaram, isso significa que os olhos não estão alinhados adequadamente. Prismas podem ser colocados sobre o olho para deslocar a imagem, e o teste é repetido. Os prismas permitem ao médico medir a quantidade ou grau da sua visão dupla quando você olha em direções diferentes. Isto ajuda a diagnosticar o problema e a monitorar o problema ao longo do tempo. O seu médico irá usar os resultados deste exame, juntamente com o seu histórico médico e sintomas adicionais, para determinar se você precisa de mais testes.
Por exemplo, se o seu médico suspeitar que você tem hipertireoidismo, então você vai precisar de exames de sangue para medir os níveis de hormônio da tireoide. Se o médico suspeitar que algo está a afetar os nervos dos músculos do olho, você pode precisar de uma ressonância magnética ou tomografia computadorizada da sua cabeça para verificar se existem sinais de trauma, hemorragia, tumor ou malformação dos vasos sanguíneos no cérebro.
Na maioria dos casos, a visão dupla é fácil de identificar em adultos, porque eles podem descrever o que estão a ver. Os sintomas são mais difíceis de identificar em crianças, que podem não ser capazes de explicar o que está errado. Os pais podem perceber que a criança está apertando os olhos, cobrindo um olho com uma mão, inclinar ou virar a cabeça de forma anormal, ou olhar para os lados.

Como se promove o tratamento para diplopia?

O tratamento da visão dupla depende da sua causa. Por exemplo, as pessoas com astigmatismo que causa visão dupla podem usar lentes de contato especiais. Por vezes, simplesmente atualizar os seus óculos pode resolver o problema. A cirurgia é usada para tratar a catarata e pterígio, e a cirurgia sobre os músculos dos olhos pode tratar certos tipos de visão dupla. Muitas vezes, são usados pontos ajustáveis, de modo a que a posição dos olhos possa ser afinada algumas horas após a cirurgia. Desta forma, o paciente fica alerta para o ajuste e pode relatar se a visão dupla desaparece. Prismas também podem ser utilizados nos óculos para afinar a cirurgia, movendo a imagem vista com um olho, de modo a coincidir com o outro olho.
Para as crianças com estrabismo, o tratamento inclui usar óculos de correção, terapia da visão para treinar os olhos para alinhar corretamente, ou cirurgia. A visão dupla causada por uma doença médica ou neurológica pode melhorar através do tratamento da doença. Os oftalmologistas podem considerar outras estratégias para ajudar a melhorar os movimentos dos olhos. Injecções de toxina botulínica (Botox) podem enfraquecer fortes músculos do olho oposto àquele que se encontra enfraquecido, para ajudar a equilibrar a visão.


Prognóstico para diplopia

A perspetiva para a visão dupla depende da sua causa. Por exemplo, a cirurgia melhora a visão de mais de 90% dos pacientes com cataratas. Embora a cirurgia também possa remover um pterígio, o crescimento anormal pode voltar e eventualmente tornar-se maior do que o original.

Para a maioria das crianças com estrabismo, o prognóstico é excelente se a condição for detetada e tratada precocemente.

Como se promove a prevenção de diplopia?

Algumas causas de visão dupla podem ser evitadas. Para ajudar a evitar a visão dupla relacionada a traumatismo craniano, use cinto de segurança com um arnês durante a condução, e use óculos de proteção e capacetes durante atividades desportivas e no trabalho, se o seu trabalho carregar um alto risco de lesão ocular. As pessoas com diabetes podem diminuir a possibilidade de danos nos nervos, que pode levar a visão dupla, ao controlar o açúcar no sangue. Não existe nenhuma forma conhecida de prevenir a catarata relacionada com a idade ou outras formas de visão dupla.

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL