segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Pancreatite crônica - Tratamento de pancreatite crônica

Pancreatite crônica causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
A pancreatite crônica é a inflamação do pâncreas que não cicatriza ou melhora, e que piora com o tempo, levando a danos permanentes.

Causas de pancreatite crônica

O pâncreas é um órgão situado atrás do estômago, que produz substâncias químicas (chamadas enzimas) necessárias para digerir os alimentos. O pâncreas também produz os hormônios insulina e glucagon.
Quando ocorrem inflamação e cicatrização do pâncreas, o órgão deixa de ser capaz de produzir a quantidade certa destas enzimas. Como resultado, o corpo pode não ser capaz de digerir gordura e elementos chave dos alimentos.
Os danos nas partes do pâncreas que produzem insulina podem levar a diabetes.
A condição é mais frequentemente causada por abuso de álcool ao longo de muitos anos. Episódios repetidos de pancreatite aguda podem levar a pancreatite crônica. Fatores genéticos podem ser um fator importante em certos casos. Por vezes, a causa não é conhecida.
Outras condições que têm sido associadas a pancreatite crônica incluem:
  • Problemas auto-imunes (quando o sistema imunitário ataca o corpo)
  • Obstrução do canal pancreático ou do ducto biliar comum (os tubos que drenam enzimas do pâncreas)
  • As complicações da fibrose cística
  • Os níveis elevados de uma gordura no sangue, chamada triglicerídeos (hipertrigliceridemia)
  • Hiperparatireoidismo
  • Uso de certos medicamentos (especialmente sulfonamidas, tiazidas, e azatioprina)
A pancreatite crônica ocorre mais frequentemente em homens do que em mulheres e geralmente desenvolve-se em pessoas com idades entre os 30 e 40 anos.

Sintomas de pancreatite crônica

Os sintomas de pancreatite crônica incluem dor abdominal que:
  • Se sente com maior intensidde na parte superior do abdômen
  • Pode durar de horas a dias
  • Eventualmente pode ser contínua
  • Pode piorar devido a comer ou beber
  • Pode piorar a partir de beber álcool
  • Também pode ser sentida nas costas
Problemas digestivos associados a pancreatite crônica podem causar:
  • Perda de peso crônica, mesmo quando os hábitos alimentares são normais
  • Diarreia, náuseas e vômitos
  • Fezes gordurosas ou oleosas
  • Fezes claras ou com cor de barro
Você pode precisar de uma laparotomia exploradora para confirmar o diagnóstico, mas esta, é mais frequentemente realizada para a pancreatite aguda.


Possíveis complicações de pancreatite crônica

As complicações podem incluir:
  • Ascite
  • Bloqueio (obstrução) do intestino delgado ou das vias biliares
  • Coágulo de sangue na veia do baço
  • Acumulação de fluidos no pâncreas (pseudocistos de pâncreas) que pode estar infetado
  • Má função do pâncreas, incluindo diabetes, gordura ou outra má absorção de nutrientes, má absorção de vitamina (na maioria das vezes as vitaminas lipossolúveis)

Diagnóstico para pancreatite crônica

Os testes para a pancreatite incluem:
  • Teste de gordura fecal
  • Amilase
  • Soro IgG4 (para o diagnóstico de pancreatite auto-imune)
  • Lipase sérica
Uma inflamação ou depósitos de cálcio no pâncreas, ou mudanças nos dutos do pâncreas podem ser vistas em:
  • Tomografia computadorizada abdominal
  • Ultra-sonografia abdominal
  • Colangiopancreatografia retrógrada endoscópica
  • Ultrassom endoscópico
  • Ressonância magnética colangiopancreatografica
Uma laparotomia exploradora pode ser feita para confirmar o diagnóstico, mas geralmente, ela é realizada para a pancreatite aguda.


Tratamento para pancreatite crônica

Pessoas com dor ou com perda de peso podem precisar de ficar no hospital. Aqui, alguns procedimentos podem incluir:
  • Medicamentos para a dor.
  • Fluidos administrados através de uma veia (IV).
  • Parar a alimentação de alimentos ou de líquidos por via oral, de modo a limitar a atividade do pâncreas, e depois, lentamente, iniciar uma dieta oral. 
  • A inserção de um tubo através do nariz ou boca para remover o conteúdo do estômago (aspiração nasogástrica) pode ser necessária. O tubo pode ficar por 1 a 2 dias, ou por vezes durante 1 a 2 semanas.
  • Uma dieta adequada é importante para as pessoas com pancreatite crônica, de modo a que possam manter um peso saudável e obtenham os nutrientes corretos. Um nutricionista pode ajudar a criar uma dieta que inclui beber muitos líquidos, limitar gorduras, comer pequenas e frequentes refeições (o que ajuda a reduzir os sintomas digestivos), ingerir bastantes vitaminas e cálcio através da dieta ou recorrer a suplementos como extras, e limitar a cafeína.
O médico pode prescrever enzimas pancreáticas. Neste caso, o paciente deve tomar estes medicamentos a cada refeição. As enzimas irão ajudar a digerir melhor o alimento e a ganhar peso. Evite fumar e beber bebidas alcoólicas, mesmo que a pancreatite seja leve.
Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL