sábado, 15 de julho de 2017

Lesão química no olho - Causas e tratamento

Lesão química no olho causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
Os olhos podem ser danificados por produtos químicos sólidos, líquidos, em pó ou por aerossol. Lesões químicas que acontecem em casa são mais prováveis de ser causadas por sabões, desinfetantes, solventes, cosméticos, produtos de limpeza, limpadores de forno, amônia e água sanitária. Em ambientes agrícolas, os fertilizantes ou pesticidas podem causar danos nos olhos. Na indústria, muitos produtos químicos irritantes e solventes podem ferir o olho.
A lesão química que pode ocorrer num olho é uma emergência. Os danos podem ocorrer dentro de um a cinco minutos. No entanto, na maior parte dos casos, os produtos químicos que entram em contato com o olho apenas causam danos na superfície e não a perda de visão. Produtos químicos cáusticos (alcalinos) causam os maiores danos. Estes incluem amônia, produtos para limpeza de drenagem, detergentes de lavar louça e limpadores de forno.

Sintomas de lesão química no olho

Os sintomas de uma lesão química nos olhos incluem:
  • A sensação de ardor nos olhos após a exposição a um produto químico
  • Lacrimejamento excessivo
  • Dor
  • Vermelhidão nos olhos e na superfície da pálpebra
  • Visão embaçada

Quando consultar um médico

Uma lesão química que ocorre no olho que seja grave pode ameaçar a sua visão. Procure assistência médica de emergência imediata (depois de ter lavado o olho), sempre que um olho for exposto a uma substância química.

Diagnóstico para lesão química no olho

Após enxaguar o seu olho completamente, o médico irá medir o pH (acidez) das lágrimas dos seus olhos para garantir que os produtos químicos foram devidamente lavados. Em seguida, o médico irá inspecionar o seu olho por verificar danos e testar a sua visão.
Normalmente, o médico usa um oftalmoscópio portátil. No entanto, após lesões químicas, uma área nebulosa esbranquiçada pode aparecer na parte clara da córnea, o que pode bloquear a visão e pode impedir o seu médico de ver o interior do globo ocular através da pupila. Se qualquer dano significativo ocorrer, provavelmente, o seu médico irá recomendar que você fale com um oftalmologista para um teste de inspeção mais completo.

Tratamento para lesão química no olho

Antes de consultar um médico, comece a lavar o olho com um fluxo contínuo de água. É melhor usar água corrente fria e continuar a enxaguar por um período de pelo menos 10 minutos. Alguns locais industriais têm fontes especiais para lavar os olhos. Se uma fonte não estiver disponível, abra as pálpebras com os dedos e mantenha a cabeça debaixo de uma torneira. Deixe a água correr a partir da ponta do seu nariz para fora, através do olho, para que não exponha o outro olho ao produto que você está a enxaguar. Se ambos os olhos tiverem sido afetados, você pode lavar alternadamente cada olho ou permitir que a água flua ao longo de ambos os olhos ao mesmo tempo.
Se você não conseguir colocar o olho sob uma torneira, tenha alguém que o possa ajudar. Você pode deitar-se de lado ou manter a cabeça de lado sobre uma pia, e o seu ajudante pode derramar a água de um copo através do seu olho, enquanto você mantém as pálpebras abertas. Se não existir água disponível, você pode usar leite ou até mesmo um refrigerante.
Se você estiver a usar lentes de contato, não tente removê-las antes de lavar o olho. Se a lente ainda estiver no seu olho após vários minutos de lavagem com água, você deve tentar removê-la.
Não esfregue os olhos, mesmo após a lavagem com água.
Um médico deve avaliar cada lesão ocular química. O médico irá começar a irrigação do olho utilizando uma solução salina. Provavelmente, ele irá aplicar gotas de anestésico no olho antes de enxaguá-lo. As pálpebras podem ser mantidas abertas com um instrumento suave. Depois duma lavagem completa, o seu médico irá testar o pH (acidez) do olho. O médico irá continuar a lavagem do olho, até que o pH fique normal ou quase normal. Nalguns casos, especialmente após queimaduras graves, a lavagem pode precisar de ser continuada durante tanto tempo quanto 24 horas. O médico coloca um tubo macio no olho que se coneta a um saco de solução salina estéril (semelhante a uma infusão intravenosa).
Quando a lavagem é concluída, o médico irá examinar o olho e remover quaisquer partículas estranhas. Ele também pode tocar a córnea com um pequeno instrumento chamado tonômetro para verificar a pressão no interior do globo ocular. Este é o mesmo teste que se usa para triagem de glaucoma. Depois, ele irá colocar gotas no seu olho para dilatar a pupila. Isto não só permite ao médico fazer um exame mais completo do olho, como também pode reduzir a dor, impedindo movimentos sutis do músculo do olho que rodeiam a sua pupila. Quando o olho é ferido, os movimentos sutis podem tornar-se dolorosos. Em casos graves, as áreas de tecido morto ou os químicos contaminantes podem ter de ser removidos do olho.
Uma pomada antibiótica será colocada no olho para evitar uma infecção, e um esteroide tópico pode ser usado para reduzir a inflamação. Se a pressão interna do olho estiver elevada, o médico também irá prescrever colírios para reduzir a pressão e prevenir o glaucoma. Normalmente, o olho será enfaixado com uma pala que coloca ligeira pressão sobre o olho, para mantê-lo fechado. Se a lesão for grave, você pode ter que ser hospitalizado, para que os profissionais de saúde possam monitorar a pressão no olho e a cicatrização da córnea, a parte transparente do olho que permite a entrada de luz.


Prognóstico para uma lesão química no olho

As perspetivas para a recuperação da lesão química varia de acordo com a natureza e a extensão da exposição. A maioria das pessoas recupera completamente. No entanto, possíveis complicações incluem o glaucoma, dano na córnea e síndrome do olho seco. Nos casos mais graves, a exposição química pode conduzir à cegueira ou à perda do olho.


Duração da lesão química no olho

O tempo que os sintomas irão demorar depende do tipo de produto químico e da quantidade que ficou no olho.

Prevenção de lesão química no olho

Para evitar danos químicos nos olhos, use óculos de proteção sempre que trabalhar com produtos químicos.
Se o seu olho for exposto a produtos químicos, a forma mais importante de poder limitar o dano é começar imediatamente a lavar o olho com água e usar um forte e constante fluxo de água limpa. Procure avaliação imediata de um médico. Continue a lavagem até que esteja pronto para se deslocar a um departamento de atendimento médico.

Também poderá gostar de ler:

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL