domingo, 28 de agosto de 2016

Laringite crônica - Tratamento de laringite crônica

Laringite crônica causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
Laringite é uma inflamação da laringe (caixa de voz) que contém as cordas vocais na porção superior da garganta. A laringite ocorre em duas formas, agudas e crônicas. Laringite aguda é tipicamente breve e produz doença com rouquidão e dor de garganta. Na maioria dos casos, a sua causa é uma infecção do trato respiratório superior. Laringite crônica é uma doença mais persistente que produz rouquidão persistente e outras alterações de voz. Geralmente é indolor e não tem nenhum sinal significativo de infecção.


Causas de laringite crônica

Entre os adultos, as causas mais comuns de laringite crônica são:
  • Abuso ou uso indevido da voz - Isto significa falar demais ou muito alto. Este pode ser um problema permanente para as pessoas cujos empregos dependem de suas vozes, incluindo cantores, atores, telefonistas, advogados, professores, árbitros, treinadores e qualquer pessoa que deva gritar mais alto no local de trabalho (trabalhadores da construção civil, pessoal em aeroportos e estações de trem, operários). Mesmo as crianças, podem desenvolver laringite crônica por excesso ou mau uso da voz, especialmente se elas gritarem ou “esticarem” as suas vozes durante a prática de coro, numa torcida ou num parque de jogos.
  • Fumar - A fumaça do cigarro irrita a laringe, causando inchaço e inflamação que engrossa as cordas vocais. Este espessamento pode diminuir o tom da voz ou fazê-la soar rouca e áspera.
  • Beber álcool de forma excessiva – O álcool provoca uma irritação química da laringe, produzindo alterações semelhantes às observadas nos fumadores.
  • Doença de refluxo gastroesofágico – Este, é um distúrbio no qual os fluidos ácidos do estômago fluem para trás (refluxo) para o esófago e garganta, irritando a laringe. 
Atendendo a que, normalmente, o refluxo ácido é pior quando a pessoa se encontra deitada, a rouquidão causada por estas condição, muitas vezes é mais visível na parte da manhã, logo após o despertar. Embora algumas pessoas com laringite crônica também sofram de azia, indigestão e outros sintomas relacionados ao trato digestivo, estes sintomas permanecem muitas vezes ausentes em pessoas que têm laringite crônica por causa da doença de refluxo gastroesofágico. Em vez disso, estas pessoas podem ter outras queixas que envolvem o nariz e a garganta, tais como:
  • Sensação de ter um caroço na garganta
  • Uma necessidade constante de limpar a garganta
  • Desconforto durante a deglutição
  • Tosse persistente

Sintomas de laringite crônica

O sintoma mais comum de laringite crônica é a rouquidão. Para que esta condição seja verdadeiramente crónica, esta rouquidão deve persistir durante pelo menos duas semanas. Dependendo da causa de laringite crônica, outros sintomas podem incluir:
  • Voz baixa e rouca
  • Uma voz que "quebra" facilmente
  • A sensação de um nódulo na garganta ou uma garganta seca
  • A necessidade constante de limpar a garganta
  • Muco pesado na garganta
  • Tosse crônica ou gotejamento pós-nasal
  • Desconforto durante a deglutição

Diagnóstico para laringite crônica

Depois de revisar os seus sintomas, o médico irá colocar perguntas sobre o seu estilo de vida, especialmente:
  • Se você fuma
  • Se você bebe álcool, e quanto você bebe
  • Se você se envolve em atividades que exigem gritar ou falar constante
  • Se você fica muitas vezes exposto a produtos químicos ou poeiras no trabalho
  • Se você já teve qualquer cirurgia recente ou trauma na garganta, incluindo procedimentos cirúrgicos em que as suas cordas vocais possam ter sido feridas durante a intubação (colocar um tubo na sua garganta para administrar anestesia).
O seu médico vai querer saber os nomes de todos os medicamentos prescritos e não prescritos que você toma, já que alguns medicamentos têm efeitos colaterais que podem imitar os sintomas de laringite crônica. Por exemplo, rouquidão devida a excessiva secura da garganta pode ser um efeito colateral de alguns anti-histamínicos, antitússicos, diuréticos e medicamentos psiquiátricos. Descongestionantes ou medicamentos para a pressão arterial elevada (hipertensão) podem causar o engrossamento do muco na garganta.
O seu médico irá examiná-lo, com especial atenção para a sua boca, garganta, nariz, ouvidos e gânglios linfáticos no pescoço. Usando um espelho especial, o seu médico vai olhar para a parte de baixo da sua garganta e examinar a laringe. Este exame pode ser seguido por um procedimento chamado laringoscopia, um método mais sofisticado de visualização da laringe, que usa instrumentos lineares ou flexíveis semelhantes a tubos. Se o seu médico suspeitar que você tem doença de refluxo gastroesofágico, testes adicionais podem verificar se existe refluxo ácido na sua garganta e esôfago.

Tratamento da laringite crônica

Se a sua laringite crônica for devida ao tabagismo, uso de álcool ou uso excessivo de voz, provavelmente, o seu médico irá recomendar que você siga as diretrizes de prevenção padrão. Além disso, o médico pode encaminhá-lo para um treinador de voz ou um fonoaudiólogo para terapia de voz. A terapia de voz ensina a pessoa a usar a voz de modo correto e a evitar falar de uma forma que possa ferir as cordas vocais.

Se você tem laringite crônica devido à doença de refluxo gastroesofágico, o seu médico pode recomendar que você tente o seguinte:
  • Evitar comer alimentos gordurosos, alimentos picantes e alimentos que tenham um alto teor de ácido (café, suco de laranja, suco ou molho de tomate). Isto é especialmente importante antes de deitar.
  • Aguardar duas a três horas depois de comer, antes de se deitar.
  • Levantar a cabeça na sua cama cerca de 15 cm (com uma almofada). Este procedimento eleva a laringe acima do nível do estômago quando se deita, e ajuda a prevenir o refluxo ácido.
  • Usar antiácidos como recomendado pelo seu médico.
Se estas estratégias não ajudarem, o médico pode prescrever medicamentos para diminuir a produção de ácido no estômago.


Prevenção de laringite crônica

Você pode tomar algumas medidas para ajudar a prevenir a laringite crônica, nomeadamente:
  • Não fume.
  • Evite o fumo passivo.
  • Mantenha-se bem hidratado para ajudar a manter as suas cordas vocais úmidas.
  • Evite álcool ou beba com moderação.
  • Use um umidificador para adicionar umidade ao ar em sua casa.
  • Evite gritar por longos períodos de tempo ou falar de modo ininterrupto.
  • Tome medidas de proteção para limitar a sua exposição a substâncias químicas irritantes e poeiras.

Também poderá gostar de ler:

Nenhum comentário:
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL