segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Bolhas - Causas e tratamento de bolhas

Bolhas causas sintomas diagnóstico tratamento prevenção riscos complicações
As bolhas são pequenas bolsas de líquido que normalmente se formam nas camadas superiores da pele, depois desta ter sido danificada. As bolhas podem desenvolver-se em qualquer parte do corpo, mas são mais comuns nas mãos e nos pés. O líquido acumula-se sob a pele danificada, amortecendo o tecido que está por baixo, protegendo o tecido de novos danos e permitindo que se cure.
A maioria das bolhas estão cheias com um líquido claro (soro), mas podem estar cheias de sangue (bolhas de sangue) ou pus, se ficarem inflamadas ou infetadas.

Causas das bolhas

As bolhas podem ser causadas por:
  • Fricção na pele
  • Calor - por exemplo, devido a queimaduras solares ou a um escaldão
  • Exposição a produtos químicos, como detergentes
  • Condições médicas, como a varicela e impetigo

Condições médicas associadas a bolhas

Um grande número de condições médicas podem causar bolhas. Estas incluem:
  • Varicela - A erupção característica forma pequenas bolhas
  • Herpes – De facto, as feridas produzidas pelo vírus herpes simplex são aglomerados de bolhas
  • Bolhas de impetigo – Estas são vistas principalmente em crianças com menos de 2 anos, e as bolhas podem formar-se nos braços, pernas ou tronco
  • Eczema - A formação de bolhas pode ocorrer ao mesmo tempo que um grande número de outros sintomas da pele, tais como craqueamento, formação de crostas e escamação
  • Disidrose -  A condição da pele caracterizada por uma ocorrência rápida de muitas bolhas pequenas e claras
  • Penfigóide bolhoso – Esta é uma doença autoimune que afeta a pele e provoca bolhas, sendo mais comum em pacientes mais velhos
  • Pênfigo - Um grupo raro de doenças auto-imunes que afetam a pele e membranas mucosas. O sistema imunitário ataca uma molécula adesiva important na pele, separando a epiderme do resto das camadas de pele
  • Dermatite herpetiforme - Esta condição da pele motiva bolhas crônicas, sem relação com herpes, mas similar na aparência
  • Síndrome de radiação cutânea – O que corresponde aos efeitos da exposição à radiação
  • Epidermólise bolhosa - Uma doença genética do tecido conjuntivo que provoca bolhas da pele e membranas mucosas.

Tratamento das bolhas

A maioria das bolhas cura naturalmente após três a sete dias e não requer atenção médica.
É importante evitar o rebentamento das bolhas, porque isso pode levar a uma infecção ou ao abrandamento do processo de cicatrização.
Se a bolha não estourar, não retire a pele morta. Em vez disso, permita que o fluido no interior da bolhas possa drenar e cubra a área com um penso seco e estéril, para protegê-lo contra infecções, até que cure.

Prevenção de bolhas

Existem uma série de atitudes que você pode implementar para evitar bolhas causadas pelo atrito, queimadura solar ou produtos químicos. Por exemplo, você pode:
  • Usar sapatos confortáveis
  • Ajudar a manter os pés secos com meias mais grossas ou pó de talco
  • Usar luvas ao manusear produtos químicos
  • Usar protetor solar
Postar um comentário
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL